Queda da confiança sinaliza novas políticas econômicas na Europa

Queda da confiança sinaliza novas políticas econômicas na Europa

Por José Valter Martins de Almeida

O Índice Zew, que mede as expectativas dos investidores e analistas sobre a evolução econômica na Alemanha com seis meses de antecedência, recuou dos 43,2 pontos para 33,1 este mês. A confiança dos investidores alemães caiu em maio pelo quinto mês consecutivo, sinalizando que a ameaça da baixa inflação e do euro forte deverá prejudicar a retomada da zona do euro.

O crescimento econômico mais acelerado na zona do euro provavelmente não será suficiente para impedir que o presidente do BCE, Mario Draghi, flexibilize a política monetária. Nos últimos meses têm surgido notícias negativas sobre problemas nos mercados emergentes. O euro forte e a queda do índice Zew podem sugerir pontos de inversão na taxa de crescimento do PIB da zona do euro. Mesmo com a previsão de que dados desta semana mostrem que a expansão acelerou no primeiro trimestre, Mario Draghi parece estar disposto a ir adiante com medidas como o corte da taxa de juros ou mesmo a injeção de liquidez. A inflação permanece abaixo da meta de 2%. Desde outubro ela é inferior a 1%. A declaração do presidente do BCE na semana passada de que a autoridade está “confortável” para tomar medidas em junho sugere que uma nova resposta política é iminente.

Comentários

comentários