Renda disponível compromete consumo

Por Bruna Martins e Flávio Calife, da equipe da Boa Vista SCPC

Não há melhoras nas expectativas para o cenário macroeconômico no curto prazo, pelo contrário. É o que mostra o Relatório Focus divulgado hoje pelo Banco Central. As projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) se deterioram a cada medição, enquanto a expectativa para a inflação continua sua escalada mesmo após ultrapassar o teto da meta.

Alguns fatores comprometem ainda mais este cenário. A provável redução da atividade econômica desaquece o mercado de trabalho e reduz a confiança dos consumidores e empresários. Sem expectativa de retorno que compense o investimento na produção de bens ou serviços, os agentes econômicos optam pela liquidez de seus ativos, diminuindo a oferta de emprego e pressionando o rendimento dos trabalhadores. Somada à alta dos preços e do dólar, a renda disponível tende a desacelerar ao longo do ano, comprometendo o consumo das famílias e, consequentemente, o próprio desempenho da economia.

O novo ciclo de aumento da taxa básica de juros, ainda sem atingir o objetivo de segurar a subida dos preços, encarece a tomada de crédito, inibindo mais o consumo e os investimentos. O indicador de Demanda de Crédito dos Consumidores da Boa Vista SCPC confirma a tendência de diminuição na procura por crédito, ao apontar um recuo de 8% na variação acumulada em 12 meses.

A queda da renda disponível anunciada tira o fôlego do consumo das famílias, principal responsável por segurar o crescimento da economia nos últimos quatro anos. Com o consumo do governo comprometido pelo ajuste fiscal, investimentos em queda e balança comercial oscilando com os efeitos do dólar, a queda no consumo privado é fator agravante no resultado da atividade econômica no ano.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…