Serviços perdem fôlego

Por Everton Carneiro e Thiago Custódio Biscuola, da RC Consultores

Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada hoje pelo IBGE mostrou que a receita nominal do setor de serviços cresceu 6,4% em setembro em comparação com o mesmo mês do ano passado. Com este resultado, o acumulado em 12 meses desacelerou novamente, para crescimento de 7,1%. Quando se extrai deste aumento nominal a inflação geral de preços (deflacionando pelo IPCA do mesmo mês) nota-se que houve retração da receita real em setembro (-0,4%), a quarta consecutiva. O acumulado em 12 meses da receita real atingiu 0,9% em setembro, a menor expansão da recente pesquisa iniciada em 2012. Em setembro do ano passado, o crescimento da receita real era de 2,5% em 12 meses.

Esta desaceleração da receita dos serviços verificada pela PMS já reflete na criação de empregos no setor, o grande motor do mercado de trabalho na última década. Dados do Caged, referentes ao emprego formal, mostram que o setor criou apenas 2,5 mil vagas em outubro deste ano, contra cerca de 30 mil no mesmo mês nos dois anos anteriores. O desempenho abaixo da média dos serviços foi o grande responsável pelo fechamento de 30 mil postos de trabalho em outubro deste ano, a primeira vez que se verificou um saldo negativo em outubro, tradicionalmente um mês de contratações. Apesar dos percalços, diferentemente dos demais segmentos, os prestadores de serviços ainda conseguem repassar aos consumidores seus custos, recompondo suas margens. A inflação dos serviços ronda acima dos 8% desde dezembro de 2010, uma persistência que não se verifica em nenhum outro setor.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…