Setor manufatureiro da China enfrenta problemas

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A China divulgou ontem que o índice de preços ao produtor teve queda de 2,4% em abril, o 14º declínio mensal consecutivo. Os preços dos setores de metais e químicos foram os que mais recuaram. O índice de preços ao consumidor acumula alta de 2,4% em 12 meses até abril.

Embora o PIB da China tenha crescido a um ritmo de 7,7% no primeiro trimestre deste ano, o declínio contínuo do índice de preços ao produtor indica que o excesso de capacidade das indústrias pode ser mais um problema na economia chinesa. Também ontem, o banco central da China informou, em seu relatório trimestral sobre as condições monetárias, que ainda não há bases sólidas para um crescimento econômico estável. Endividamento e prejuízos corporativos crescentes aumentam os riscos da desaceleração do crescimento da China ser maior do que o esperado.

Ed.182

Comentários

comentários