Consumidor tem até amanhã para negociar dívidas no portal Acertando suas Contas

A Boa Vista SCPC encerra neste sábado, dia 12 de dezembro, seu mutirão de negociação de dívidas, realizado pela internet, por meio do portal “Acertando suas Contas”. A ação, inteiramente on-line e gratuita, permite ao consumidor, de qualquer parte do Brasil, renegociar seus débitos com os credores participantes, em condições favoráveis. Uma das principais vantagens da versão on-line é a comodidade, já que está à disposição do consumidor 24 horas por dia, sete dias por semana.

Para participar, basta acessar o portal www.acertandosuascontas.com.br

Nesta edição do “Acertando suas Contas” participam bancos, financeiras, varejistas, utilities (bens e serviços), e empresas de outros segmentos, de grande e médio porte. Esses credores totalizam 81 milhões de dívidas com pagamentos atrasados que somam R$ 227,6 bilhões. A negociação acontece de duas formas: ou por intermédio de uma proposta de pagamento no próprio site, ou por meio de canal indicando a melhor forma para um acordo.

As empresas participantes são: Administradora Palma, AES Eletropaulo, AF Afonso, Alfa, Andorinha Supermercado, Aq Affonso Calçados, Atrapalo Brasil Viagens, Banco Cifra, Banco Daycoval, Banco do Brasil, Banco Fibra, Banco Ficsa, Banco Industrial do Brasil, Bando Itaú, Banco PSA, Banco Safra, Banif, Barueri Serviços, Becker Calçados, Belian, Bic Banco, BMG, BNP Paribas; Bradesco, BTG Pactual; Caixa Econômica Federal; Carrefour, Casa Fernandes de Pneus, Casa Giacomo de Ferragens; Casas Bahia, CAV Sul-Centro Apoio de Vendas, CDHU – Governo do Estado de São Paulo, CEMA, Citibank, CPFL, Cred System, Credz Cartões, Crefisa, Cybelar, D’Avó Supermercados, Della Via Pneus, DPaschoal, Drogão, E Geglio Calçados, Empório Vip, Felithi Comercial, FIDC NP Multisegmentos CreditStore, Financial Management Control, Global Brasil Gestão Financeira, GM, Grupo Atlântico, Grupo Júlio Simões, Grupo Martins, Grupo Nicom, Grupo Paulista, Grupo Pine, Grupo Polimport, Grupo Rede, HStern, Hospital Villa Lobos, HSBC/Losango, Hyndai Caoa, Ipanema Credit, J Justino Jóias, JBCred, Jequiti, Lelo, Lojas Cem, Mag Stock, Mapfre, Marisa, Maxs Optica, Multicredito, Natumar, Natura, Net Serviços, Nextel, Omni, Pernambucas, Porto Seguro, Price Veículos, Raquel Francisca, Rc Lemos, Rei das Fotos, Restoque, Riachuelo, Santander/Real, Senac SP, Sinal, Sociedade Educacional das Américas, Societe Generale, Sofisa, Sonda, Stefanini, Supermercado Ourinho, Supermercado Rossi New, Teledata, Vivo/Telefonicca, Votorantim, VoxCred, Yamaha.

O “Acertando suas Contas”, em suas versões on-line e presencial, é realizado desde 2010, de maneira pioneira, pela Boa Vista SCPC. Nesse período, já foram atendidas mais de 800 mil famílias e aconteceram mais de 300 mil negociações em condições favoráveis para consumidores e credores.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…