Cadastro positivo beneficia consumidor

A lista de bons pagadores permite que se cobrem juros mais baixos a quem oferece menos risco de calote

Há muito ainda o que conquistar pelos direitos do consumidor. No entanto, especialistas viram em 2011 alguns avanços. Eles são unânimes em dizer que a criação do Cadastro Positivo foi o destaque em 2011.

Espécie de lista de bons pagadores, o Cadastro Positivo permite que bancos e lojas consultem a situação do cliente no que diz respeito a crédito e com isso cobrem juros mais baixos de quem oferece menor risco de calote.

Para o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a aprovação dessa medida representa um avanço significativo na regulamentação.

Cobrança

A Lei 786/2011, do deputado federal André Moura (PSC-SE), também foi comemorada pelos consumidores. A partir deste ano, o prazo de cinco anos da prescrição relativo à cobrança de dívida do consumidor terá início na data de vencimento do débito. O texto altera o Código de Defesa do Consumidor (CDC), que estabelecia que o prazo de cinco anos poderia ser contado a partir da data em que fornecedor protestasse a dívida, o que poderia estender o tempo para que a pendência caducasse.

Novos procedimentos

Na área da saúde, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) incluiu mais 69 procedimentos na cobertura obrigatória dos planos de saúde. Desse total, fazem parte 41 tipos de cirurgia por vídeo, inclusive a indicada para corrigir refluxo gástrico e para cirurgia bariátrica (para redução de estômago).

Sem fidelidade

Já aprovado pela Câmara Federal, o projeto do deputado federal Márcio Marinho (PRB-BA) defende que prestadoras de serviço não poderão mais “segurar” o consumidor por meio de contratos de fidelidade, como ocorre frequentemente com empresas de telefonia fixa e móvel, dentre outras.

Pelo CDC, esta prática é abusiva, mas muitas empresas cobram multas altas quando o cliente desiste do serviço. O projeto será agora encaminhado para análise no Senado.

Fonte: Diário do Nordeste

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…