Adesão ao Cadastro Positivo fica mais fácil com opção online

O consumidor ganhou uma alternativa mais rápida e prática de aderir ao Cadastro Positivo: agora ele pode fazer essa opção online, com e-CPF, versão eletrônica do CPF tradicional. Concebido para facilitar a comunicação eletrônica entre pessoas físicas e a Receita Federal, o e-CPF oferece vantagens que muitas pessoas, mesmo as que já o possuem, desconhecem. Utilizado principalmente para o envio da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e outros serviços oferecidos pelo Governo Federal, o e-CPF pode ser usado também para a assinatura do termo de adesão ao banco de dados de bons pagadores.

O Cadastro Positivo é o banco de dados formado pelo histórico de pagamentos. Ele é o responsável pelo armazenamento de informações positivas dos consumidores que pagam em dia as suas contas, sejam de serviços, como água, energia elétrica, internet, telefonia, sejam referentes a crediário, empréstimo, financiamento, compensação de cheques e outros. Nele não entram detalhes sobre movimentações bancárias, Imposto de Renda ou patrimoniais. E podem ser inscritos pessoas que também estão inadimplentes.

A assinatura do termo de adesão ao Cadastro Positivo com o e-CPF é muito mais fácil do que o feito no modo tradicional, porque além de ser todo online, elimina a necessidade de se deslocar até um dos postos do SCPC ou mesmo o envio de documentos autenticados por correspondência, fundamentais para comprovar a autenticidade das informações. E mais, o procedimento eletrônico com o certificado digital dentro do padrão ICP-Brasil, que segue as normas do ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação), garante validade jurídica ao processo de assinatura do documento eletrônico.

Para quem possui o e-CPF e quer aderir ao Cadastro Positivo, o passo a passo é simples e rápido. Primeiro, é preciso entrar no Portal Consumidor Positivo da Boa Vista SCPC (www.consumidorpositivo.com.br) e efetuar o cadastro como usuário. Após concluí-lo, é só clicar no campo Cadastro Positivo e fazer a adesão, escolhendo a opção ‘Participe Online’, seguida do ‘Utilizando meu Certificado Digital’. Na sequência é só preencher o formulário de autorização, conferir os dados e inserir o PIN do certificado digital para a autenticação. Feito isso, a adesão ao Cadastro Positivo está concluída.

“Atualmente o Cadastro Positivo possui cerca de 3 milhões de adesões. Para que venha a se tornar efetivo, estima-se que são necessárias aproximadamente 45 milhões de adesões – metade da população economicamente ativa do país. Este número dará condições para que os bancos e demais instituições financeiras consigam movimentar o sistema, a ponto de oferecer as reais vantagens ao consumidor que é um bom pagador. Precisamos de um banco de dados robusto e para isso é fundamental a adesão do maior número de pessoas”, esclarece Dirceu Gardel, diretor Jurídico da Boa Vista SCPC.

Para ajudar o consumidor a manter-se em dia com as suas finanças pessoais e com este bom comportamento vir a obter vantagens ao fazer parte do Cadastro Positivo, a Boa Vista SCPC oferece uma série de benefícios gratuitos por meio do seu Portal Consumidor Positivo (www.consumidorpositivo.com.br). Nele há a autoconsulta online de CPF, para identificar dívidas pendentes com credores; o Meu Radar Pessoal, que monitora e informa possíveis consultas e até mesmo uma negativação com o CPF do consumidor, e muito mais.

Comentários

comentários