79% pretendem comprar o presente do Dia dos Pais em lojas físicas

Levantamento nacional aponta que consumidor gastará até R$ 100 e planeja adquirir roupas e acessórios. A preferência é comprar em lojas físicas, utilizando dinheiro como forma de pagamento

A maioria dos consumidores pretende comprar o presente do Dia dos Pais em lojas físicas. Os itens de compra são, principalmente, roupas e acessórios, como cintos, sapatos e tênis, além disso, a intenção é gastar, no máximo, R$ 100 nesse presente. Os dados foram obtidos por meio de um levantamento eletrônico realizado pela Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com 1.226 consumidores de todo o Brasil que buscaram informações e orientações, entre os dias 17 de julho e 2 de agosto de 2013, no site Consumidor Positivo – www.consumidorpositivo.com.br.

Segundo o levantamento, 27% dos consumidores têm planos de comprar roupas e acessórios, enquanto 16% dão preferência à compra de celular e 11% devem optar por itens de perfumaria para presentear seus pais. A opção de comprar roupas e acessórios é maior entre as mulheres, com 36%, do que para os homens (20,6%), mas esses itens lideram as preferências, tanto entre os consumidores do sexo feminino quanto do masculino. Mais da metade dos pesquisados (53%) disseram que vão gastar até R$ 100 no presente, enquanto 19% estimam despender entre R$ 101 e R$ 200 e 12% de R$ 201 a R$ 400.

A grande maioria dos entrevistados (79%) quer comprar o presente para o Dia dos Pais em loja física. “Apesar do evidente crescimento do comércio eletrônico no país, a experiência física da compra do presente neste Dia dos Pais ainda é preferência para uma grande parcela de consumidores. Muitos buscam o ambiente interno da loja, com maior interação, para conhecer melhor as características do presente que está adquirindo”, esclarece Fernando Cosenza, Diretor de Marketing da Boa Vista Serviços.

Desse universo de consumidores que pretendem comprar em lojas físicas, 61,7% pagarão à vista em dinheiro, 24,2% querem utilizar o cartão de débito e 8,4% são os que preferem o cartão de crédito próprio em parcela única. Já entre os consumidores que preferem o parcelamento, 33,8% pensam em fazer por meio do carnê ou boleto parcelado e 31,4% vão utilizar cartão de crédito próprio em mais de uma parcela. Quanto ao número de parcelas, 43% preferem dividir a compra em até três vezes e 35% de quatro a seis vezes.

O consumidor planeja comprar via internet, por sua vez, privilegia o pagamento do presente do Dia dos Pais com cartão de crédito de terceiros em parcela única, opção de 29% dos entrevistados pela Boa Vista. Em segundo lugar entre os consumidores internautas aparecem, empatados com 16%, o cartão de crédito próprio e o boleto bancário, ambos em parcela única.

Para esse levantamento, foi utilizada a metodologia quantitativa de coleta das informações, por meio de pesquisa eletrônica. O universo da pesquisa é representado por consumidores que buscaram informações e orientações no site Consumidor Positivo da Boa Vista Serviços – www.consumidorpositivo.com.br, entre os dias 17 de julho a 2 de agosto de 2013. A amostra obtida foi de 1.226 respondentes. Deve-se considerar 95% de grau de confiança e margem de erro de cerca de 3%, para mais ou para menos.

Acesse a pesquisa na íntegra, com os gráficos e as análises:
http://www.boavistaservicos.com.br/wp-content/uploads/2013/08/resultados-graficos.pdf

Sobre a autoconsulta online gratuita

A autoconsulta online é um serviço pioneiro e inédito oferecido gratuitamente pela Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), por meio do Portal Boa Vista Consumidor Positivo. Permite que o consumidor, após um cadastro que gerará uma senha e um login individualizados, consulte o próprio CPF com segurança, privacidade e praticidade de forma gratuita, por meio da internet, de qualquer localidade do País, 24 horas por dia, sete dias da semana. Não há limite de consultas.

Sobre o Portal Boa Vista Consumidor Positivo

O Portal Boa Vista Consumidor Positivo reúne ainda outros serviços gratuitos como o SOS Cheques e Documentos. Por meio dele, quando um consumidor é furtado, roubado ou tem algum documento ou folha de cheque extraviados, pode registrar um alerta on-line, que é visto por mais de 1 milhão de empresas que efetuam consultas no SCPC no momento da venda ou contratação de serviços. Esta medida simples e eficaz reduz a possibilidade de fraude em até 60%.

Comentários

comentários