Consumo consciente contribui para o pagamento das contas em dia

Em um período de instabilidade na capacidade de pagamento das dívidas, a orientação da Boa Vista SCPC é que novos gastos sejam planejados com cautela dentro do orçamento familiar

Diante de um cenário econômico que aponta um segundo semestre de instabilidade na capacidade de pagamento das dívidas por parte das famílias brasileiras, a Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) orienta os consumidores a redobrarem a atenção na tomada de decisão de uma nova compra. A conjuntura de instabilidade vem sendo observada em seu Indicador de Inadimplência do Consumidor que, no acumulado do ano até maio, apresentou elevação de 2,3%, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Segundo Fernando Cosenza, diretor de Sustentabilidade da Boa Vista SCPC, apesar de a área de Indicadores Econômicos da empresa manter a expectativa de que a tendência dos registros de consumidores inadimplentes, para o ano, permaneça abaixo do patamar de 3%, o ideal é que os consumidores fiquem atentos para não comprometerem indevidamente as finanças e, em consequência, as condições de cumprimento de quitação das dívidas.

A primeira orientação é avaliar, se possível com a participação de todos os membros da família, a necessidade de novas compras e mais, de cortes de despesas que de fato não sejam necessárias. Por isso, o planejamento do orçamento familiar é tão importante em períodos como o atual, com juros mais altos e inflação elevada.

O segundo passo é economizar. Ou seja, em vez de fazer uma nova compra por que não usar o dinheiro que está sobrando para dar início a uma poupança ou a algum tipo de aplicação que possa ser utilizada, por exemplo, em uma situação emergencial? Muitas pessoas alegam que deixam de pagar as contas principalmente em duas situações: quando perdem o emprego ou quando enfrentam problemas de saúde na família.

No entanto, de acordo com Cosenza, o equilíbrio do orçamento doméstico exige mais do que cortar gastos e economizar. Segundo o diretor de sustentabilidade da Boa Vista SCPC, o consumidor deve assumir o compromisso de controlar suas receitas e despesas continuamente, além de ter organização e planejamento. Para ajudá-lo a alcançar este equilíbrio capaz de contribuir para um consumo consciente, a empresa disponibiliza em seu website a cartilha do Orçamento Doméstico. Acesse, confira as dicas e orientações e organize-se financeiramente: http://www.boavistaservicos.com.br/consumidor-positivo/educacao-financeira.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito sobe 3,0% em janeiro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base do crédito– apontou elevação de 3,0% na análise mensal contra dezembro, descontados os efeitos sazonais. Já na variação acumulada em 12 meses apresentou alta de 2,7%, enquanto na análise interanual (mesmo mês de 2016) houve…

81% dos consumidores esperam que em 2017 a relação entre recebimento e gastos melhore, segundo Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (81%) na Pesquisa Perfil do Inadimplente, da Boa Vista SCPC, espera que em 2017 a relação entre recebimentos e gastos esteja melhor do que a existente no 4º trimestre de 2016, período no qual o levantamento foi elaborado contendo a participação de consumidores de todo o país. Em dezembro de 2015,…

CDC completa 27 anos e representa uma conquista de consumidores e de empresas

Março é um mês especial para os consumidores (e para as empresas). É que no dia 11, há 27 anos, entrou em vigor o Código de Defesa do Consumidor (CDC). A Lei 8.078 foi assinada pelo então presidente Fernando Collor em setembro de 1990, determinando que entrasse em vigor seis meses depois, no dia 11…