Dia das Crianças mobiliza 81% dos consumidores, revela Boa Vista SCPC

Em 2014 cresce a intenção de presentear com tablets e celulares; data é importante principalmente para a classe C e supera a intenção de compra para o Dia dos Pais e dos Namorados

Consumidores brasileiros estão mais otimistas, neste ano, em relação à compra do presente para comemoração do Dia das Crianças. De acordo com pesquisa realizada pela Boa Vista SCPC, 81% dos consumidores planejam comprar presente para comemorar a data, índice superior à intenção declarada para o Dia dos Namorados (66%), Dia dos Pais (75%) e apenas inferior ao Dia das Mães (86%). Dos presenteados, 53% serão filhos, 23% sobrinhos, 12% afilhados, 5% netos e 7% outras crianças.

A data é particularmente importante para a classe C – a pesquisa da Boa Vista SCPC mostrou que 88% dessa classe de renda pretendem comprar presentes para o Dia das Crianças, em comparação a 86% das classes A e B.

Os tablets, celulares e eletrônicos são a categoria de presente escolhida por 23% dos consumidores, tendo um crescimento de 10 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Ainda assim, a compra de brinquedos representa 47% das escolhas; vestuário e calçados, 17%; e outras categorias de presentes 13%.

img1

 

A pesquisa da Boa Vista SCPC também revela que 54% dos consumidores deverão pagar a compra do Dia das Crianças à vista. Em 2013, esse percentual era de 72%. Dos consumidores que pagarão à vista, 50% utilizarão dinheiro, 34% cartão de débito, 14% cartão de crédito e 2% carnê ou boleto. Dos 46% que irão parcelar a compra, 52% farão em até 3 parcelas, 33% de 4 a 6 parcelas e 15% em 7 ou mais parcelas.

img2

O valor médio do presente para 66% dos consumidores pesquisados será de até R$ 200. E 34% pretendem gastar mais de R$ 200, sendo que esse percentual era de 20% em 2013. Quanto maior a classe social, maior a predisposição de gastar valores acima de R$ 200, sendo que 33% das classes A e B gastarão de R$ 201 a R$ 400. Na classe C, para essa mesma faixa, o percentual cai para 18%. Mas há ainda outro destaque no valor do presente da classe C: 5% dos entrevistados dessa faixa disseram que pretendem gastar mais de R$ 1 mil com o presente para o Dia das Crianças, fatia superior aos 4% das classes A e B.

Metodologia

A empresa utilizou a metodologia quantitativa para realização da coleta das informações, feita por meio de pesquisa eletrônica nacional. O universo da pesquisa é representado por consumidores que buscaram informações e orientações no site Consumidor Positivo da Boa Vista SCPC – www.consumidorpositivo.com.br, entre os dias 10 a 23 de setembro de 2014. A amostra obtida foi de 794 respondentes. Para leitura geral dos resultados, deve-se considerar 95% de grau de confiança e margem de erro equivalente a 3,5%, para mais ou para menos.

O critério de classe social considera a equivalência da renda familiar mensal, com os seguintes valores: Classes A / B – acima de R$ 8.700 / Classe C – R$ 2.030 a R$ 8.700 / Classes D / E – até R$ 2.030.

Sobre o Portal Boa Vista Consumidor Positivo

O Portal Boa Vista Consumidor Positivo reúne ainda outros serviços gratuitos como o SOS Cheques e Documentos. Por meio dele, quando um consumidor é furtado, roubado ou tem algum documento ou folha de cheque extraviados, pode registrar um alerta on-line, que é visto por mais de 1 milhão de empresas que efetuam consultas no SCPC no momento da venda ou contratação de serviços. Esta medida simples e eficaz reduz a possibilidade de fraude em até 60%.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…