Fazenda do DF adota a NF-e de serviços, informa Boa Vista Serviços

Fazenda do DF adota a NF-e de serviços, informa Boa Vista Serviços

O Certificado Digital é um insumo necessário para que empresas do Distrito Federal possam emitir suas notas dentro das novas normas

 

A Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), empresa que também atua no segmento da Certificação Digital, alerta os empresários do Distrito Federal que a partir de 1º de abril, a Secretaria de Fazenda (SEF/DF) adotará a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) que requer um certificado digital no padrão ICP-Brasil para a sua emissão.

Segundo informações da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, cerca de 20 mil empresas prestadoras de serviço e contribuintes do ISS terão de se adequar ao documento eletrônico, que substituirá o modelo tradicional, em papel. A alteração segue a orientação fixada pela Portaria 403/2009 que trata das regras de utilização da NF-e e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica – DANFE.

As empresas que devem emitir a NF-e, já a partir de 1º de abril, são as sujeitas ao pagamento do ISS, pertencentes a algum segmento relacionado na lista das CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) definidas na Portaria, e que têm faturamento anual superior a R$ 360 mil reais. A substituição obrigatória vale para a prestação de serviços para órgãos públicos da administração direta ou indireta, inclusive empresa pública, sociedade de economia mista e toda prestação de serviços para pessoas jurídicas.

Para emitir a Nota Fiscal Eletrônica a empresa precisa do Certificado Digital para NF-e do tipo A1 ou A3, que atesta a identidade da instituição na internet. Só de posse do certificado digital é que se pode assinar digitalmente o arquivo com as informações fiscais da operação, com garantira de integridade dos dados e da autoria do emissor. Esse arquivo eletrônico, que corresponde à NF-e, é transmitido via internet à Secretaria da Fazenda, que, por sua vez, valida as informações e concede a autorização de uso. Dentre as vantagens de uso da NF-e estão segurança jurídica, facilidade de arquivamento eletrônico, otimização de espaço físico e de tempo, redução de gastos e de desperdício com impressões e papeis.

A empresa que ainda não possui a o certificado digital pode adquiri-lo pelo site www.certificadoboavista.com.br. Neste portal, é possível comprar o certificado, agendar o melhor dia e horário para a validação presencial e ainda obter suporte técnico por meio de chat, se necessário. Ao fazer a compra de um certificado digital Boa Vista, o solicitante recebe por e-mail a confirmação do pedido e os devidos dados do agendamento para a validação presencial. Ao comparecer ao ponto de atendimento na data agendada, com os documentos obrigatórios, já sai com o documento pronto para ser usado de imediato. Em todo o Brasil, a Boa Vista Certificadora Digital dispõe de pontos de atendimento em 15 estados. Em Brasília encontra-se na Quadra 6, Conjunto A, Bloco A, SN Sala 805 – Empresarial Brasil 21, bairro SHS. A relação completa está disponível no www.certificadoboavista.com.br

Comentários

comentários

Posts relacionados

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito cai 1,1% no semestre

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,1% no 1º semestre do ano quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Na variação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017)…

Inadimplência do consumidor cai 0,8% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência do consumidor caiu 0,8% no 1º semestre de 2017, na comparação com o 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 3,1%. Na avaliação mensal dessazonalizada, a…