Boa Vista SCPC e FecomercioSP apontam queda de 1,2% nas vendas para o Dia das Mães em 2015

Levantamento da Boa Vista SCPC mostra que, em 2015, as vendas do comércio para o Dia das Mães recuaram 1,2% em comparação a 2014, em todo o Brasil. É o primeiro recuo das vendas para a data desde 2008, quando o indicador foi criado. Em valores, o recuo representa uma perda de R$ 7 bilhões em relação ao ano passado, de acordo com levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Para a apuração do faturamento, foram consideradas não apenas as consultas à Boa Vista SCPC – aproximação para o número de vendas –, mas também a queda do valor médio do presente – de R$ 65 para R$ 57 entre 2014 e 2015. Houve um recuo nominal de 12% e, descontada a inflação, de 20%, segundo sondagem elaborada pela FecomercioSP, apurando-se um recuo de 19,1% no faturamento real do comércio brasileiro.

O movimento das vendas no Dia as Mães segue a tendência de desaceleração do varejo como um todo e antecipa um ano de menor crescimento para o comércio. Diante do cenário econômico incerto, do mercado de trabalho desaquecendo e da perda de poder aquisitivo, uma retomada de confiança dos consumidores ainda parece distante para movimentar a economia e as vendas do varejo.

Metodologia

O cálculo do volume de vendas para esta data é baseado em uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Para este Dia das Mães foram consideradas as consultas realizadas no período de 4 a 10 de maio de 2015, comparadas às consultas realizadas entre 5 e 11 de maio de 2014. A variação no faturamento, por sua vez, é estimada com base nos dados da Pesquisa Anual do Comércio (PAC) e da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), ambas divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Comentários

comentários