em_interno_dcriancas1

Vendas para o Dia das Crianças recuam 4,2% em 2016, pior resultado da série histórica, segundo Boa Vista SCPC

Dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) mostram que em 2016 as vendas do comércio para o Dia das Crianças recuaram 4,2% quando comparadas ao ano passado. Em 2015, as vendas no comércio recuaram 3,4% frente ao mesmo período de 2014. Com isso, o resultado registra seu pior desempenho para a série histórica do Dia das Crianças, iniciada em 2008.

A FecomercioSP estimou que o faturamento total no varejo foi 3,9% menor do que em 2015 (descontada a inflação), cerca de R$ 2,2 bilhões a menos do que no ano passado. Esta estimativa é feita com base na projeção de uma nova queda real no faturamento do comércio varejista no Brasil em outubro, na proporção de vendas do período do Dia das Crianças em relação ao total do mês e no resultado de queda de 4,2% no número de consultas da base de dados da Boa Vista SCPC.

A queda das vendas no Dia das Crianças acompanha o recuo generalizado da atividade econômica, influenciada pelos juros elevados, maior desemprego e cautela dos consumidores.

O cálculo do volume de vendas para esta data é baseado em uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Boa Vista SCPC, com abrangência nacional. Para este dia das crianças foram consideradas as consultas realizadas no período de 1 a 12 de outubro de 2015, comparadas às consultas realizadas no mesmo período do ano anterior. A variação no faturamento real, por sua vez, é estimada com base na variação e na participação das consultas e na projeção da FecomercioSP para o faturamento da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE.

Comentários

comentários