Após 17 meses em queda, pedidos de falência acumulam alta de 0,8%, revela Boa Vista SCPC

Os pedidos de falências aumentaram 0,8%, em todo o país, no acumulado em 12 meses, após 17 quedas consecutivas nessa comparação, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Em janeiro de 2015, o número de pedidos de falências recuou 13,2% em relação a dezembro de 2014.

Já as falências decretadas registraram aumento de 11,1% em janeiro deste ano, em relação ao mês anterior. Na comparação com janeiro de 2014, diminuíram 1,6%.

Na variação interanual (jan/15 contra jan/14), os pedidos de recuperação judicial cresceram 20,8% e as recuperações judiciais deferidas registraram alta de 52,6%. A tabela 1 resume os dados.

fal1

Apesar dos pedidos e dos decretos de falências encerrarem 2014 em patamares menores que os de 2013, a Boa Vista SCPC acredita que a persistência de um cenário de baixo crescimento econômico, o aumento nas taxas de juros e a manutenção de restrições ao crédito devem piorar a solvência das empresas ao longo de 2015.

A série histórica do indicador está disponível em: http://www.boavistaservicos.com.br/economia/falencias-e-recuperacoes-judiciais/

Metodologia

O indicador de falências e recuperações judiciais é construído com base na apuração de dados mensais de ocorrências (requerimentos e decretações) registrados na base de dados da Boa Vista SCPC, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e de Justiça dos estados. A série histórica desse indicador tem início em 2006.

Comentários

comentários

Posts relacionados

CAGED: Setembro registra sexto saldo positivo consecutivo

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, em setembro o saldo de vagas no mercado de trabalho (diferença entre novas contratações e demissões) foi positivo em 34,4 mil postos. Deste modo, a leitura atual contrasta quando comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram encerradas 39,3…

Movimento do Comércio sobe 1,5% em setembro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em setembro quando comparado a agosto na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (outubro de 2016 até setembro de 2017 frente ao…

IBC-BR recua 0,38% em agosto e 1,0% no acumulado 12 meses

18 de outubro 2017 – Segundo o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 0,38% na comparação mensal contra o mês de julho (dados dessazonalizados). Considerando a variação acumulada em 12 meses, o ritmo de queda segue diminuindo: a leitura de agosto apresentou um recuo de 1,0% (após registrar queda de 1,4%…