Pedidos de falência recuam 7,7% em agosto, acumulando queda de 6,6% no ano

No acumulado do ano, as falências decretadas tiveram aumento de 35,3% e os deferimentos de recuperação judicial cresceram 39,6%

Os pedidos de falência recuaram 7,7% em agosto, na comparação com julho deste ano, de acordo com os dados nacionais da Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O recuo foi de 21,3% contra o mesmo mês de 2012. No acumulado de 2013, houve queda de 6,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Falências Decretadas

As falências decretadas, por sua vez, cresceram 59,1% na comparação com o mesmo mês do ano anterior e acumulam aumento de 35,3% em 2013. Na comparação mensal, os decretos apresentaram alta de 15,4%.

Recuperação Judicial

Os pedidos e os deferimentos de recuperação judicial apresentaram expansão no acumulado do ano de 4,9% e 39,6%, respectivamente, mas o ritmo de crescimento vem se reduzindo a cada mês. A tabela 1 resume os dados.

Os pedidos de falência continuam com redução em 2013, e as recuperações judiciais, apesar de maiores do que no ano anterior, apresentam diminuição do ritmo de crescimento. A queda da inadimplência de empresas e consumidores favoreceu a desaceleração dos pedidos, assim como manutenção de boas condições do mercado de trabalho, que contribuíram para a melhora na capacidade das empresas gerarem caixa.

O indicador de falências é construído com base na apuração dos dados mensais de falências (requeridas e decretadas) registradas na base de dados da Boa Vista Serviços, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados. E o indicador de recuperações judiciais é construído com base na apuração dos dados mensais de recuperações judiciais (requeridas e deferidas) registradas na base de dados e também oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados.

Comentários

comentários