Pedidos de falência registram alta de 13,6% no acumulado de 2015, diz Boa Vista SCPC

Os pedidos de falência registraram alta de 13,6%, em todo o país, no acumulado de 2015 (janeiro/15 a julho/15) em relação ao mesmo período de 2014, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Em julho de 2015, os pedidos de falências recuaram 1,1% na comparação mensal (contra junho/15) e foram 39,6% maior na análise interanual, contra julho de 2014.

No acumulado de 2015, as falências decretadas subiram 37,1% em relação ao ano anterior. Na comparação interanual (julho/15 contra julho/14) aumentaram 71,2%, mas permaneceram estáveis ante o mês anterior (julho/15 contra junho/15).

Já os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas aumentaram significativamente e acumulam alta, em 2015, de 28,3% e 24,5%, respectivamente.  A tabela 1 resume os dados.

Tabela 1 – Indicador de Falências e Recuperações Judiciais

 

Jan-Jul 2015/2014

Jul 2015/Jul 2014

Jul 2015/Jun 2015

Pedidos de Falência

13,6%

39,6%

-1,1%

Falências Decretadas

37,1%

71,2%

0,0%

Pedidos de Recup. Judiciais

28,3%

93,2%

18,2%

Recup. Judiciais Deferidas

24,5%

96,7%

36,4%

Fonte: Boa Vista SCPC

A desaceleração da atividade econômica somada ao desaquecimento do mercado de trabalho compromete cada vez mais a capacidade de geração de caixa das empresas. Além disso, o aumento das taxas de juros e a maior seletividade na concessão de crédito encarecem o capital de giro, piorando os indicadores de solvência das empresas. Diante deste cenário macroeconômico adverso, e com perspectivas ainda piores para este e o próximo ano, espera-se que os indicadores de falências encerrem o ano em patamares superiores aos de 2014.

Comentários

comentários