Pedidos de falência registram alta de 20,5% no acumulado do ano, segundo Boa Vista SCPC

Os pedidos de falência registraram alta de 20,5% no acumulado de 2016 em relação ao mesmo período de 2015, segundo dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em agosto, o número de pedidos de falências recuou 3,9% na comparação mensal e aumentou 4,3% na comparação com agosto de 2015.

No acumulado do ano, as falências decretadas subiram 10,7% em relação ao período equivalente do ano anterior. Na comparação interanual aumentaram 31,2% e recuaram 4,7% ante o mês anterior.

Os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas, no acumulado do ano, registraram alta de 70,4% e 71,0%, respectivamente.  A tabela 1 resume os dados.

 

Tabela 1 – Variações nas Falências e Recuperações Judiciais
Jan-Ago 2016 / 2015 Ago-16 / Ago-15 Ago-16 / Jul-16
Pedidos de Falência 20,5% 4,3% -3,9%
Falências Decretadas 10,7% 31,2% -4,7%
Pedidos de Recuperação Judicial 70,4% -8,6% -4,8%
Recuperações Judiciais Deferidas 71,0% -17,8% -13,4%

Fonte: Boa Vista SCPC

Mesmo com relativa melhora das expectativas macroeconômicas, os indicadores de solvência continuam maiores do que os registrados no ano anterior e, apesar da leve desaceleração apresentada nesta aferição, essa tendência não deve se reverter neste ano.

Metodologia

O indicador de falências e recuperações judiciais é construído com base na apuração dos dados mensais registradas na base de dados da Boa Vista SCPC, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados.

A série histórica deste indicador se inicia em 2006 e está disponível clicando aqui.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 1,5% em setembro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em setembro quando comparado a agosto na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (outubro de 2016 até setembro de 2017 frente ao…

IBC-BR recua 0,38% em agosto e 1,0% no acumulado 12 meses

18 de outubro 2017 – Segundo o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 0,38% na comparação mensal contra o mês de julho (dados dessazonalizados). Considerando a variação acumulada em 12 meses, o ritmo de queda segue diminuindo: a leitura de agosto apresentou um recuo de 1,0% (após registrar queda de 1,4%…

Volume de serviços recua 1,0% em agosto e 4,5% no acumulado 12 meses

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE, o volume de serviços apresentou queda de 1,0% em agosto contra o mês anterior (dados dessazonalizados). A categoria de serviços prestados às famílias foi a única a apresentar queda (-4,8%), bastante atípica para o mês considerando o histórico da série. Os demais grupos apresentaram crescimento: Serviços…