Pedidos de falência registram queda de 1,7% no acumulado do ano, diz Boa Vista SCPC

Os pedidos de falências registraram queda de 1,7% de janeiro a abril de 2015, em comparação com o mesmo período de 2014, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na comparação mensal (abr/15 contra mar/15), o número de pedidos de falências aumentou 1,9% e foi 9,7% maior na análise interanual (abr/15 contra abr/14).

Nos primeiros quatro meses de 2015, as falências decretadas subiram 30,8% em relação ao ano anterior. Na comparação interanual (abr/15 contra abr/14) aumentaram 98,0% e permaneceram estáveis ante o mês anterior (abr/15 contra mar/15).

Os pedidos de recuperação judicial registraram alta de 2,5% no acumulado de 2015 e as recuperações judiciais deferidas recuaram 13,4%, na mesma base de comparação.  A tabela 1 resume os dados.

tab1

Diante de uma atividade econômica em desaceleração, as empresas seguem com dificuldade de gerar caixa e as restrições ao crédito dificultam a aquisição de empréstimos para o capital de giro. Assim, sem sinal de reversão deste quadro no curto prazo, a Boa Vista SCPC estima que o indicador de falências encerre 2015 em patamares superiores aos registrados em 2014.

Metodologia

O Indicador de Falências e Recuperações Judiciais é construído com base na apuração dos dados mensais de falências (requeridas e decretadas) registradas na base de dados da Boa Vista SCPC, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados.

Comentários

comentários