Pagamento de dívidas dos consumidores cai 4,8% em março, diz Boa Vista SCPC

Pagamento de dívidas dos consumidores cai 4,8% em março, diz Boa Vista SCPC

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes – recuou 4,8% na comparação entre março e fevereiro, descontados os efeitos sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Desta forma, o valor acumulado em 12 meses (comparação entre abr/13 até mar/14 e abr/12 até mar/13) manteve-se em tendência de desaceleração, passando de 3,0% para 2,6% em março.

O menor crescimento da população ocupada no mercado de trabalho, a desaceleração dos rendimentos reais, a queda recente da inadimplência, entre outros fatores, continuam influenciando na redução do ritmo de crescimento do indicador de recuperação de crédito. A tendência é que esta desaceleração se mantenha ao longo de 2014.

Regiões

Na comparação mensal dos dados dessazonalizados, houve queda em todos os indicadores regionais no período, destacando-se a queda de 5,9% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Nas regiões Nordeste e Norte as quedas foram um pouco mais moderadas, 4,2% e 3,4%, respectivamente. Já na região Sul, a recuperação caiu somente 0,2%.

Quando confrontados os últimos doze meses contra os doze meses anteriores, o Sudeste, região onde a recuperação de crédito cresceu apenas 0,3%, puxou para baixo o resultado do indicador geral, tendo em vista que nas demais regiões o crescimento maior. Na região Centro-Oeste, o indicador cresceu 7,2%, no Norte 6,5%, no Nordeste 5,7% e no Sul 4,8%.

Varejo

A recuperação de crédito no setor varejista permaneceu negativa em março, evidenciando a tendência de queda do indicador para 2014. Na variação acumulada em 12 meses, o indicador permaneceu numa trajetória de queda, passando de -2,5% em fevereiro para -4,6% em março.

Mantida a base de comparação anterior, foi observada queda em todas as regiões. O Nordeste e o Sul registraram as variações mais intensas, de 6,9% e 5,5%, respectivamente. No Sudeste a queda foi de 4,0%, no Norte de 2,5% e no Centro-Oeste de 1,9%.

recuperacao

O indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir da quantidade de exclusões dos registros de dívidas vencidas e não pagas informados anteriormente à Boa Vista pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau. 

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

CAGED: Setembro registra sexto saldo positivo consecutivo

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, em setembro o saldo de vagas no mercado de trabalho (diferença entre novas contratações e demissões) foi positivo em 34,4 mil postos. Deste modo, a leitura atual contrasta quando comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram encerradas 39,3…

Movimento do Comércio sobe 1,5% em setembro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em setembro quando comparado a agosto na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (outubro de 2016 até setembro de 2017 frente ao…

IBC-BR recua 0,38% em agosto e 1,0% no acumulado 12 meses

18 de outubro 2017 – Segundo o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 0,38% na comparação mensal contra o mês de julho (dados dessazonalizados). Considerando a variação acumulada em 12 meses, o ritmo de queda segue diminuindo: a leitura de agosto apresentou um recuo de 1,0% (após registrar queda de 1,4%…