Recuperação de Crédito registra queda de 2,1% em maio

No acumulado do ano a recuperação cresceu 4,9%

São Paulo, 13 de junho de 2013 – Dados da Boa Vista Serviços, com abrangência nacional, apontam que a recuperação de crédito – apurada a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes – recuou 2,1% em maio de 2013, em relação a abril, descontados os efeitos sazonais. Entretanto na comparação do acumulado dos últimos doze meses em relação aos doze meses anteriores a expansão da recuperação se manteve robusta, com elevação de 8,1%. No ano, a recuperação acumula crescimento de 4,9%.

De forma equivalente ao visto no indicador de registros, apesar do resultado negativo apresentado em maio, a Boa Vista Serviços espera que o indicador de recuperação de crédito mantenha a dinâmica de elevação observada nos quatro primeiros meses do ano até o final de 2013. As melhores condições do mercado de crédito e o aumento da população empregada continuam a representar fatores que contribuem positivamente para a recuperação de crédito em 2013.  Assim, projeta-se para o ano um aumento de 4,0% em relação a 2012.

Varejo

O indicador que considera a recuperação de crédito apenas no varejo divergiu do indicador geral e apresentou em abril um avanço de 4,7% em relação a abril de 2013, descontados os efeitos sazonais. Todas as regiões contribuíram para a elevação do indicador nacional, com destaque para Centro-Oeste (8,7%) e Sudeste (4,6%).

Já no acumulado em doze meses, comparado aos doze meses anteriores, o indicador do varejo expandiu 10,3%. Nesta mesma base de comparação todas as regiões tiveram crescimento em seus indicadores destacando-se Nordeste e Sul com 14,3% e 11,3%, respectivamente.

Regiões

As regiões Centro-Oeste e Sudeste foram as principais contribuições negativas no período, com retrações de 3,1% e 2,6%, respectivamente, em suas séries dessazonalizadas.

Quando confrontados os últimos 12 meses terminados em maio com os 12 meses terminados no mesmo mês de 2012, os destaques foram das regiões Nordeste (12,1%) e Centro Oeste (9,7%). O Sudeste apresentou variação de 7,0% na mesma base de comparação.

Comentários

comentários

Posts relacionados

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…

Boa Vista SCPC: recuperação de crédito cai 1,1% no semestre

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,1% no 1º semestre do ano quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Na variação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017)…

Inadimplência do consumidor cai 0,8% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência do consumidor caiu 0,8% no 1º semestre de 2017, na comparação com o 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (julho de 2016 até junho de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 3,1%. Na avaliação mensal dessazonalizada, a…