Inadimplência das empresas sobe 7,9% no primeiro trimestre de 2015, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas aumentou 7,9%, em todo o país, no primeiro trimestre de 2015, em comparação com o mesmo período de 2014, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Para a composição do indicador, que será trimestral, foram considerados os principais motivos de apontamento de inadimplência empresarial, como cheques devolvidos, títulos protestados e registros de débitos vencidos e não pagos que compõem a base de dados da Boa Vista SCPC.

Avaliando a tendência de longo prazo dos valores acumulados nos últimos 4 trimestres (2º trim/14 até 1º trim/15 contra os 4 trimestres antecedentes), a inadimplência cresce de forma mais amena, com elevação de 5,7%. Já na avaliação do 1º trim/15, contra o 4º trim/14, o aumento é de 3,1%, expurgados os efeitos sazonais.

indic-pj1

Após dois anos de relativa estabilidade, a inadimplência das empresas enfrenta um novo período de aceleração, principalmente pelo cenário de forte incerteza econômica com retração industrial, perspectiva de estabilidade do comércio, forte desaceleração do crédito, níveis altos de inflação, entre outros fatores.

Assim, apesar da tendência de longo prazo ainda não apresentar variações significativas como em outros períodos, a Boa Vista SCPC considera o número como mais um alerta para o empresário, tendo em vista a conjuntura macroeconômica. A expectativa da empresa é de que, ao longo de 2015, o fluxo de empresas inadimplentes continue com tendência de alta e encerre o ano acima do patamar observado em 2014.

Nota metodológica

O indicador de inadimplência das empresas da Boa Vista SCPC mede a variação de ocorrências de registro de inadimplência para CNPJ no trimestre, considerando apontamentos de cheques devolvidos (2ª devolução), títulos protestados e registros de débitos vencidos e não pagos, os quais compõem a base de dados da Boa Vista SCPC. 

Comentários

comentários