Número de títulos protestados acumula queda de 7,1% no 1º trimestre de 2013

Na comparação mensal houve aumento de 16,0% no total dos protestos

São Paulo, 8 de abril de 2013 – Dados da Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), mostram que o número de protestos de títulos recuou 7,1% no acumulado do 1º trimestre de 2013 contra o mesmo período do ano anterior. Para as famílias houve queda de 7,5% e para as empresas de 7,0%.

Na comparação contra março de 2012, a diminuição foi tanto para as pessoas físicas (-11,0%) quanto para as pessoas jurídicas (-19,3%), totalizando um recuo de 16,4%.

Na comparação mensal, no entanto, o número de protestos aumentou 16,0%, somando-se os protestos de pessoas físicas e jurídicas. Para as empresas, a expansão foi de 10,3% e para as pessoas físicas de 27,2%.

O valor médio dos títulos protestados para o mês foi de R$ 2.356. Para as pessoas físicas o valor correspondeu a R$ 1.878 e R$ 2.635 para as pessoas jurídicas. A tabela 1 mostra as variações citadas.

Tabela 1 – Variação Títulos   Protestados

 

Jan-Mar 2013/2012

Mar 2013/Mar 2012

Mar 2013/Fev 2013

Valor médio (R$)

Pessoa Física

-7,5%

-11,0%

27,2%

1.878

Pessoa Jurídica

-7,0%

-19,3%

10,3%

2.635

TOTAL

-7,1%

-16,4%

16,0%

2.356

Fonte: Boa Vista Serviços

 

Títulos protestados de empresas – Regiões

Em março de 2013, os títulos protestados de empresas representaram aproximadamente 63% do total dos protestos no país. A região sudeste continua a contribuir com a maior parcela dos títulos protestados (46,7%), seguida das regiões Sul (24,1%), Nordeste (15,2%), Centro-Oeste (9,2%) e Norte (4,8%).

No acumulado do 1º trimestre do ano contra o mesmo período do ano anterior, a região Sudeste lidera com a maior diminuição dos protestos de pessoa jurídica, com queda de 8,3% contra uma média nacional de recuo de 7,0%.

Em relação a março de 2012, o Norte apresenta o maior decréscimo com 22,7% contra uma queda nacional de 19,3%.

Já na comparação mensal, todas as regiões apresentaram aumento, sendo a região Nordeste a que obteve maior crescimento, 23,3% contra fevereiro de 2013.

O maior valor médio dos títulos protestados em março foi na região Nordeste (R$ 3.008), acima da média nacional (para pessoa jurídica, que foi de R$ 2.635). A tabela 2 mostra as variações nos protestos de títulos para as pessoas jurídicas entre as regiões do país para os diferentes períodos.

Tabela 2 – Variações nos Protestos de   Títulos PJ – Regiões

Região

Variação no acumulado do ano

Variação sobre o mesmo mês do ano   anterior

Variação sobre o mês anterior

Valor médio (R$)

Norte

-4,9%

-22,7%

8,2%

2.969

Nordeste

-3,5%

-10,5%

23,3%

3.008

Sul

-7,8%

-22,3%

11,6%

1.994

Sudeste

-8,3%

-21,3%

5,1%

2.761

Centro-Oeste

-3,8%

-11,4%

16,9%

2.880

Brasil

-7,0%

-19,3%

10,3%

2.635

Período

Jan-Mar 2013/2012

Mar 2013/Mar 2012

Mar 13/Fev 2013

Mar/13

Fonte: Boa Vista Serviços

 

Comentários

comentários