Títulos protestados acumulam queda de 4,7% em 2013

Na comparação mensal houve redução de 5,1% no total dos protestos

 São Paulo, 7 de junho de 2013Dados da Boa Vista Serviços, administradora do SCPC, mostram que os protestos de títulos recuaram 4,7% no acumulado de 2013 contra o mesmo período do ano anterior. Houve queda de 2,7% dos títulos protestados de pessoa física e de 5,7% dos de empresas.

Na comparação contra maio de 2012, a redução foi observada tanto para as pessoas físicas (-2,9%) quanto para as pessoas jurídicas (-13,7%), totalizando um decréscimo de 9,9%. Já na comparação mensal, o número de protestos diminuiu 5,1%, somando-se os protestos de pessoas físicas e jurídicas. Para as empresas, a contração foi de 6,3% e para as pessoas físicas de 3,1%.

O valor médio dos títulos protestados para o mês foi de R$ 2.573. Para as pessoas físicas o valor correspondeu a R$ 1.735 e R$ 3.088 para as pessoas jurídicas. A tabela 1 mostra as variações citadas.

 

Tabela 1 – Variação   Títulos Protestados

Jan-Mai 2013/2012

Mai 2013/Mai 2012

Mai 2013/Abr 2013

Valor médio (R$)

Pessoa Física

-2,7%

-2,9%

-3,1%

1.735

Pessoa Jurídica

-5,7%

-13,7%

-6,3%

3.088

TOTAL

-4,7%

-9,9%

-5,1%

2.573

Fonte: Boa Vista Serviços

 

Títulos protestados de empresas – Regiões

Em maio de 2013, os títulos protestados de empresas representaram aproximadamente 62% do total dos protestos no país. A região Sudeste continua a contribuir com a maior parcela dos títulos protestados (47,6%), seguida das regiões Sul (23,7%), Nordeste (15,6%), Centro-Oeste (8,1%) e Norte (5,1%).

No acumulado do ano contra o mesmo período do ano anterior, a região Sul lidera com a maior diminuição dos protestos de pessoa jurídica, com queda de 8,5% contra uma média nacional de recuo de 5,7%. O Nordeste foi o único a apresentar aumento (0,4%).

Em relação a maio de 2012, o Centro-Oeste foi a região que liderou a redução (-17,8%), enquanto que a região Norte obteve o único crescimento (0,3%). Já na comparação mensal, os destaques foram as regiões Centro-Oeste, com a maior contração (9,7%), e Nordeste com a única alta (1,1%).

O maior valor médio dos títulos protestados em maio foi na região Norte (R$ 3.916), acima da média nacional (para pessoa jurídica, que foi de R$ 3.088). A tabela 2 mostra as variações nos protestos de títulos para as pessoas jurídicas entre as regiões do país para os diferentes períodos.

 

Tabela 2 –   Variações nos Protestos de Títulos PJ – Regiões

Região

Variação no   acumulado do ano

Variação sobre o   mesmo mês do ano anterior

Variação sobre o   mês anterior

Valor médio (R$)

Norte

-1,5%

0,3%

-5,7%

3.916

Nordeste

0,4%

-5,0%

1,1%

2.735

Sul

-8,5%

-17,4%

-6,6%

2.288

Sudeste

-6,5%

-14,9%

-7,7%

3.536

Centro-Oeste

-5,0%

-17,8%

-9,7%

2.953

Brasil

-5,7%

-13,7%

-6,3%

3.088

Período

Jan-Mai 2013/2012

Mai 2013/Mai 2012

Mai 13/Abr 2013

maio/13

Fonte: Boa Vista Serviços

     

 

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…

Percentual de cheques devolvidos atingiu 2,06% em fevereiro, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 2,06% em fevereiro, registrando diminuição em relação a fevereiro de 2016, quando alcançou 2,22%. O percentual de cheques devolvidos sobre movimentados também recuou na comparação mensal (em janeiro o nível foi de 2,07%), sendo o resultado…