em_parceria_facieg1

Empresas de birôs de crédito formalizam associação para promoção e desenvolvimento do crédito no Brasil

A Boa Vista SCPC e a Serasa Experian anunciaram hoje a formalização da Associação Nacional dos Birôs de Crédito (ANBC), uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, cujo objetivo é o de contribuir para o desenvolvimento sustentável do crédito no Brasil.

José Luiz Rossi, presidente da Serasa Experian e presidente do Conselho Diretor da ANBC, ressalta a importância da consolidação da ANBC no atual momento da economia brasileira. “É uma grande satisfação comunicarmos hoje a atuação da ANBC. O Brasil enfrenta uma fase difícil da economia e a ANBC chega para somar esforços. Analistas concordam que em meio à recessão, a restrição ao crédito agrava o problema. Se o crédito for embora, a situação ficará muito mais difícil. É preciso reabilitar o crédito para que empresários e consumidores retomem o fôlego para atravessar a crise. Os órgãos de proteção ao crédito são chave neste desafio. Contam, por exemplo, com a estrutura para consolidar o cadastro positivo, capaz de combater o superendividamento e aumentar a segurança na hora da concessão”, afirmou Rossi.

Para a economia, o crédito é um importante propulsor do crescimento. O aumento do volume aquece a demanda no mercado interno e, assim, atua diretamente, e de forma positiva, no desempenho do Produto Interno Bruto, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Ao fomentar o consumo, o crédito obriga o setor produtivo a fabricar mais bens e, por consequência, empregar mais gente, aumentando a renda da população, que melhora seu nível de vida e compra mais. No entanto, essa dinâmica do crédito só é possível com o risco dimensionado e bem gerenciado, fator que promove a qualidade do crédito e a inclusão de novos consumidores neste mercado. “A proposta da associação é discutir e fornecer conhecimento para assegurar o contínuo desenvolvimento do mercado brasileiro”, afirma Rossi.

O presidente ressaltou ainda que juntos os birôs de crédito podem desenvolver ações de apoio a autoridades governamentais, associações e órgãos diversos com vistas a assegurar um ambiente propício para a retomada do crédito, ferramenta essencial no desenvolvimento econômico do País.

A associação congregará os birôs de proteção ao crédito que atuam no território brasileiro com a finalidade de promover estudos, pesquisas e o acompanhamento dos processos legislativos, objetivando o contínuo aperfeiçoamento do setor, promovendo a gestão eficaz do crédito e dos negócios no Brasil, apoiando, por exemplo, iniciativas de educação financeira.

“É uma oportunidade ímpar para consolidar os esforços das empresas e das entidades que atuam no setor de informações de crédito no Brasil. A ANBC defenderá não só os interesses comuns de seus integrantes, o que permitirá maior difusão da contribuição do setor para a realização de negócios e, por consequência, para a economia, mas também os usuários de seus serviços, especialmente os consumidores brasileiros”, afirma Jose Roberto Mauro, presidente da Boa Vista SCPC.

O presidente da Boa Vista SCPC afirmou ainda que a ANBC participará ativamente do intercâmbio de ideias e cooperação com outras instituições na defesa dos interesses do comércio, da livre iniciativa e da sociedade como um todo. Por isso vê como bastante oportuna a formalização da Associação Nacional dos Birôs de Credito. “Acreditamos que ela desempenhará papel fundamental na defesa dos interesses dos negócios relacionados à gestão do crédito”, disse Jose Roberto Mauro.

Comentários

comentários