em_parceria_facieg1

Empresas de birôs de crédito formalizam associação para promoção e desenvolvimento do crédito no Brasil

A Boa Vista SCPC e a Serasa Experian anunciaram hoje a formalização da Associação Nacional dos Birôs de Crédito (ANBC), uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, cujo objetivo é o de contribuir para o desenvolvimento sustentável do crédito no Brasil.

José Luiz Rossi, presidente da Serasa Experian e presidente do Conselho Diretor da ANBC, ressalta a importância da consolidação da ANBC no atual momento da economia brasileira. “É uma grande satisfação comunicarmos hoje a atuação da ANBC. O Brasil enfrenta uma fase difícil da economia e a ANBC chega para somar esforços. Analistas concordam que em meio à recessão, a restrição ao crédito agrava o problema. Se o crédito for embora, a situação ficará muito mais difícil. É preciso reabilitar o crédito para que empresários e consumidores retomem o fôlego para atravessar a crise. Os órgãos de proteção ao crédito são chave neste desafio. Contam, por exemplo, com a estrutura para consolidar o cadastro positivo, capaz de combater o superendividamento e aumentar a segurança na hora da concessão”, afirmou Rossi.

Para a economia, o crédito é um importante propulsor do crescimento. O aumento do volume aquece a demanda no mercado interno e, assim, atua diretamente, e de forma positiva, no desempenho do Produto Interno Bruto, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Ao fomentar o consumo, o crédito obriga o setor produtivo a fabricar mais bens e, por consequência, empregar mais gente, aumentando a renda da população, que melhora seu nível de vida e compra mais. No entanto, essa dinâmica do crédito só é possível com o risco dimensionado e bem gerenciado, fator que promove a qualidade do crédito e a inclusão de novos consumidores neste mercado. “A proposta da associação é discutir e fornecer conhecimento para assegurar o contínuo desenvolvimento do mercado brasileiro”, afirma Rossi.

O presidente ressaltou ainda que juntos os birôs de crédito podem desenvolver ações de apoio a autoridades governamentais, associações e órgãos diversos com vistas a assegurar um ambiente propício para a retomada do crédito, ferramenta essencial no desenvolvimento econômico do País.

A associação congregará os birôs de proteção ao crédito que atuam no território brasileiro com a finalidade de promover estudos, pesquisas e o acompanhamento dos processos legislativos, objetivando o contínuo aperfeiçoamento do setor, promovendo a gestão eficaz do crédito e dos negócios no Brasil, apoiando, por exemplo, iniciativas de educação financeira.

“É uma oportunidade ímpar para consolidar os esforços das empresas e das entidades que atuam no setor de informações de crédito no Brasil. A ANBC defenderá não só os interesses comuns de seus integrantes, o que permitirá maior difusão da contribuição do setor para a realização de negócios e, por consequência, para a economia, mas também os usuários de seus serviços, especialmente os consumidores brasileiros”, afirma Jose Roberto Mauro, presidente da Boa Vista SCPC.

O presidente da Boa Vista SCPC afirmou ainda que a ANBC participará ativamente do intercâmbio de ideias e cooperação com outras instituições na defesa dos interesses do comércio, da livre iniciativa e da sociedade como um todo. Por isso vê como bastante oportuna a formalização da Associação Nacional dos Birôs de Credito. “Acreditamos que ela desempenhará papel fundamental na defesa dos interesses dos negócios relacionados à gestão do crédito”, disse Jose Roberto Mauro.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,10% em abril, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 2,10% em abril, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve diminuição (em março o nível foi de 2,29%),…

Boa Vista SCPC: Demanda por Crédito do Consumidor cai 2,3% em abril

A Demanda por Crédito do Consumidor caiu 2,3% em abril com ajuste sazonal frente a março, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (maio de 2016 até abril de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve desaceleração da…

Movimento do Comércio cai 1,0% em abril, diz Boa Vista SCPC

Dados do varejo apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), apontam que o Movimento do Comércio caiu 1,0% em abril, considerando as informações mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (maio de 2016 até abril de 2017) houve queda de 3,4% frente aos 12 meses antecedentes. Já na…