Juros do cheque especial recuam após nove altas; veja taxas

A taxa de juros média do cheque especial apresentou em outubro a primeira queda após nove meses de alta, passando de 9,57% ao mês em setembro para 9,55%, de acordo com a pesquisa da Fundação Procon-SP divulgada nesta segunda-feira.

Dos sete bancos analisados, três (Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal) reduziram a taxa nesse período.

Já no empréstimo pessoal, o levantamento apontou a segunda redução consecutiva na média, de 5,86% ao mês para 5,85%, com dois bancos (Banco do Brasil e Bradesco) diminuindo os juros.

O cenário continua desfavorável para os empréstimos financeiros, pois as taxas de juros continuam altas, alerta o Procon-SP. O órgão orienta o consumidor a manter a cautela, procurando analisar todas as opções de financiamento antes de efetuar a dívida.

A pesquisa foi realizada no dia 18 de outubro e englobou as seguintes instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

Considerando que existe a possibilidade de variação da taxa do empréstimo pessoal em função do prazo do contrato, foi estipulado o período de 12 meses, já que todos os bancos pesquisados trabalham com esse período. Para o cheque especial, foi considerado um intervalo de 30 dias.

O levantamento, vale lembrar, foi feito antes da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), que decidiu reduzir a taxa básica de juros, a Selic, em 0,50 ponto percentual, para 11,50% ao ano.

Taxa de juros ao mês em outubro

Cheque Especial
Banco do Brasil – 8,45%
Bradesco – 8,93%
Caixa Econômica Federal – 8,20%
HSBC – 9,95%
Itaú – 9,03%
Safra – 12,30%
Santander – 9,99%

Empréstimo Pessoal
Banco do Brasil – 5,35%
Bradesco – 6,33%
Caixa Econômica Federal – 5,45%
HSBC – 5,99%
Itaú – 6,45%
Safra – 5,40%
Santander – 5,99%

Fonte: Folha

Comentários

comentários

Posts relacionados

CAGED: Setembro registra sexto saldo positivo consecutivo

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, em setembro o saldo de vagas no mercado de trabalho (diferença entre novas contratações e demissões) foi positivo em 34,4 mil postos. Deste modo, a leitura atual contrasta quando comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram encerradas 39,3…

Movimento do Comércio sobe 1,5% em setembro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em setembro quando comparado a agosto na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (outubro de 2016 até setembro de 2017 frente ao…

IBC-BR recua 0,38% em agosto e 1,0% no acumulado 12 meses

18 de outubro 2017 – Segundo o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 0,38% na comparação mensal contra o mês de julho (dados dessazonalizados). Considerando a variação acumulada em 12 meses, o ritmo de queda segue diminuindo: a leitura de agosto apresentou um recuo de 1,0% (após registrar queda de 1,4%…