Consumidor planeja gastar menos nesta Páscoa, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

Os consumidores estão cautelosos em relação aos gastos relacionados à Páscoa: pesquisa realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) em todas as regiões do País mostrou que 68% dos entrevistados pretendem gastar menos este ano em comparação à Páscoa do ano passado.

O levantamento sobre hábitos de consumo na Páscoa mostrou que apenas 3% planejam gastar mais nas comemorações da data na comparação com as despesas de 2014, e 29% disseram que vão manter o mesmo padrão de gastos.

Segundo a pesquisa da Boa Vista SCPC, 59% dos pesquisados consideram que a Páscoa gera despesas extras no supermercado pela compra de produtos relacionados à data (chocolate, bacalhau e outros peixes, colomba, bebidas etc.). Já para 29% do total, a data significa maior consumo de chocolate.

Nessa linha, a grande maioria dos consumidores (77%) costuma comprar chocolate para comemorar a data, e deste total 61% comprarão ovos de Páscoa, enquanto 39% devem optar por bombons e barras, entre outros produtos que contêm chocolate. A fatia de consumidores que comprarão ovos de Páscoa é maior entre as mulheres (63%) do que entre os homens (59%).

No grupo de consumidores que vai comprar chocolate, 58% pretendem gastar entre R$ 50 e R$ 200, de acordo com o levantamento da Boa Vista SCPC, enquanto 34% planejam gastar até R$ 50 e 8% devem despender mais de R$ 200.

A pesquisa revelou também que 88% vão comprar chocolate à vista, e desse grupo 50% pagarão em dinheiro. A opção de pagar com dinheiro em espécie é mais frequente entre as mulheres (59%) do que entre os homens (43%).

Entre os que não compram chocolate na Páscoa (23% do total de entrevistados), 33% compram outros tipos de alimentos, 9% fazem compras de itens não especificados, 5% optam por viagens, 2% por itens de lazer e apenas 1% prefere brinquedos.

Nota metodológica

Os dados da pesquisa de opinião do consumidor para a Páscoa de 2015 foram obtidos por meio de um levantamento eletrônico realizado pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), de 06 a 23 de fevereiro de 2015, com 1.477 consumidores usuários do site Consumidor Positivo www.consumidorpositivo.com.br. Para leitura geral dos resultados, deve-se considerar 95% de grau de confiança e margem de erro de 2,5%, para mais ou para menos.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…