Fatia dos consumidores que comprará presentes para o Dia dos Namorados despenca para 56%

O número de consumidores que pretende comprar presente para o Dia dos Namorados desabou este ano: pesquisa nacional da Boa Vista SCPC mostrou que apenas 56% dos entrevistados planejam presentear nessa data, uma queda acentuada em comparação aos 92% do ano passado. A pesquisa foi realizada de 18 a 31 de maio, com consumidores de todas as regiões do Brasil.

O alto endividamento e a falta de condições financeiras são os principais motivos para não comemorar a data, com 45% das respostas. Para outros 12%, a principal razão é estar desempregado.

A queda na pretensão de compra é maior nas classes DE (de 91% para 52%), mas o recuo abrange também as classes AB (menos 29 pontos percentuais) e C (queda de 32 pontos percentuais).

O levantamento da Boa Vista SCPC mostrou também que, entre os que comprarão presentes, apenas 39% planejam gastar mais que no ano passado, enquanto 33% gastarão menos e 28% destinarão a mesma quantia para presentear no Dia dos Namorados.

O valor dos presentes também teve redução este ano, passando para R$ 260 em média, em comparação a R$ 313 em 2015 (uma queda ainda maior quando se considera a inflação no período). No geral, 67% gastarão no máximo R$ 200.

A pesquisa da Boa Vista SCPC revelou também que aumentou a proporção de consumidores que pretende comprar itens de perfumaria e cosméticos (de 8% para 14%). Os presentes para o Dia dos Namorados serão principalmente itens de vestuário, com 27%, vindo a seguir smartphones e celulares, com 18%.

O presente preferido, no entanto, não são produtos de consumo. O levantamento revelou que a maioria (37%) gostaria de ganhar uma viagem para comemorar a data e que 27% prefeririam ser convidados para um jantar romântico.

O pagamento à vista é o preferido por 64%, segundo a Boa Vista SCPC, e nesse grupo 44% usarão dinheiro em espécie e 34% optarão pelo cartão de débito. Entre os 36% que parcelarão a compra do presente no Dia dos Namorados, 66% pagarão com cartão de débito e 19% com carnê.

Termos Relacionados:

  • Intenção de Compra
  • Pretensão de Compra
  • Conseguir Clientes
  • Marketing de Vendas
  • Gerenciamento de Clientes
  • Aumentar as vendas
  • Vendas na Crise
  • Oportunidades de Negócios
  • Situação Financeira
  • Clientes Inadimplentes
  • Comportamento de Crédito

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência das empresas inicia 2017 com queda de 0,3%, diz a Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país caiu 0,3% no 1º trimestre de 2017 quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Depois de três anos consecutivos de alta do indicador na comparação interanual (1º tri de 2017 contra o…

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…