Boa Vista: Pedidos de falência sobem 21,6% em outubro de 2012

No acumulado do ano os pedidos já subiram 20,8%

Dados da Boa Vista, com abrangência nacional, mostram que o número de pedidos de falência subiu 21,6% em outubro na comparação com setembro de 2012. No acumulado do ano o número de pedidos de falência apresenta crescimento de 20,8% contra o mesmo período de 2011. Em relação ao mesmo mês de 2011, os pedidos de falência cresceram 19,7%.

Falências Decretadas
As falências decretadas, por sua vez, recuaram 2,3% em outubro e acumulam crescimento de 9,2% no ano ante o mesmo período de 2011. Sobre setembro de 2011 o número de falências decretadas aumentou 43,3%.

Recuperação Judicial
Os pedidos de recuperação judicial e o deferimento dos pedidos de recuperação recuaram em setembro, mas continuam com forte tendência de alta no acumulado do ano, na comparação com o mesmo período de 2011. A tabela 1 resume os dados.

 

Tabela 1 – Variações nas Falências e Recuperações Judiciais

 

Jan-Out 2012/Jan-Out 2011

Out 2012/Out 2011

Out 2012/Set 2012

Pedidos de Falência

20,8%

19,7%

21,6%

Falências Decretadas

9,2%

43,3%

-2,3%

Pedidos de Recup. Jud.

65,8%

63,6%

-43,2%

Recup. Jud. Deferidas

60,0%

96,8%

-4,7%

Fonte: Boa Vista Serviços

 

A desaceleração da economia observada em 2011 e que se estende por 2012 tem trazido efeitos sobre a capacidade de pagamento das empresas, prejudicando o desempenho financeiro e contribuído para a elevação os pedidos de falência e de recuperação judicial em 2012. A elevação da inadimplência dos consumidores e empresas ocorrida em 2011 e início de 2012, também se refletem na capacidade de geração de caixa das empresas.

Espera-se que a retomada da economia ainda em 2012 ajude a melhorar este quadro. O cenário favorável do mercado de trabalho, a redução das taxas de juros e a manutenção das isenções de impostos em alguns setores da economia ainda não aliviaram os riscos de insolvência, mas podem contribuir para aliviar a pressão sobre a geração de caixa das empresas.

Acesse o release em PDF – Falências e Recuperações Judiciais Outubro 2012

Comentários

comentários