CAGED: Saldo do emprego aponta criação de 529,6 mil vagas formais em 2018

Foram divulgados hoje os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), publicado pelo Ministério do Trabalho.

Em dezembro, o saldo de vagas no mercado de trabalho (resultado da diferença entre novas contratações e demissões) foi negativo em 334,5 mil postos formais, encerrando o ano de 2018 com a criação de 529,6 mil novas vagas.

Os dados do CAGED de 2018 apontam o primeiro crescimento líquido dos postos de trabalho após três anos de fechamento de vagas. Destacaram-se no período os avanços nos setores de Serviços (398,6 mil), Comércio (102 mil) e Construção Civil (18 mil).

Avaliando os dados setoriais, houve queda do emprego em sete dos oito setores econômicos, o principal destaque foi o setor industrial, que eliminou cerca de 118 mil postos de trabalho no mês. Também houve redução das vagas nos setores de serviços (-117,4 mil), construção civil (-51,6 mil), agropecuária (-47,6 mil), administração pública (-17 mil), serviços industriais de utilidade pública (-1,4 mil) e extrativa mineral (-1 mil). No sentido contrário, comércio foi o único setor que registrou aumento no emprego (19,6 mil).

Em relação aos salários, em dezembro, a média real de admissão ficou praticamente estável com variação de apenas 0,1% (YoY). Enquanto a média real de demissão apresentou queda de 1,8% mantida a base de comparação.

A tímida recuperação da atividade econômica em 2018 afetou diretamente o ritmo de melhora no mercado de trabalho. Dado que as expectativas para o desempenho da economia continuam pouco otimistas, a tendência é de que o emprego siga sua recuperação de forma gradual em 2019.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 1% em novembro, segundo a Boa Vista

De acordo com dados nacionais da Boa Vista, a inadimplência do consumidor recuou 1% em novembro na comparação com outubro, já descontados os efeitos sazonais. Em relação a novembro do ano passado, o indicador subiu 0,6%. Com isto, ele acumula queda de 2,7% no ano e no acumulado 12 meses (dezembro de 2018 até novembro…

Pedidos de falência caem 25,7% em novembro

Os pedidos de falência caíram 25,7% em relação a outubro, segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista. Já as falências decretadas recuaram 10,9% na variação mensal, enquanto os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas diminuíram 43,9% e 34,5%, respectivamente. No acumulado em 12 meses (dezembro de 2018 até novembro de 2019…

Produção Industrial avança pelo terceiro mês consecutivo

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avançou 0,8% em outubro, na comparação mensal ajustada sazonalmente. Já referente ao acumulado dos últimos doze meses, a atividade industrial recuou 1,3%. No acumulado de 2019, o setor também registrou queda de 1,1% em relação ao mesmo período do ano…