Confiança do Consumidor sobe em setembro com melhora nas expectativas para os próximos meses

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) atingiu 89,7 pontos em setembro, alta de 0,6% contra agosto, na série livre de influências sazonais. Após já ter avançado em agosto, o indicador subiu novamente na comparação mensal puxado pela melhora na avaliação das expectativas para os próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA) caiu 1,7%, enquanto o de Expectativas (IE) avançou 1,5% nesta base de comparação. Em relação ao mesmo período do ano passado (comparação interanual), o ICC, o ISA e o IE registraram aumento de 7,3%, 6,1% e 7,6%, respectivamente.

A liberação dos recursos de contas ativas e inativas do FGTS parece ser a principal explicação para a melhora da avaliação das expectativas em relação as compras para os próximos meses. Apesar de atingir o maior nível desde março (91,0 pontos), ainda é cedo para falar em uma retomada consistente da confiança, que segue em um patamar historicamente baixo, influenciada pela lenta recuperação da economia e pelo elevado nível de desemprego e subutilização da mão de obra.

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Produção Industrial cresce 0,5% em fevereiro

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avançou 0,5% em fevereiro, na comparação mensal ajustada sazonalmente. Já referente ao acumulado dos últimos doze meses, a atividade industrial recuou 1,2%. No acumulado de 2020, o setor também registrou queda de 0,6% em relação ao mesmo período do ano…

pagamento de dívidas

Demanda por Crédito do Consumidor avança 0,6% em fevereiro

A Demanda por Crédito do Consumidor avançou 0,6% em fevereiro na comparação com janeiro, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na comparação com fevereiro de 2019, o indicador cresceu 1,8%. Já no acumulado em 12 meses, houve avanço de 2,7%. Considerando os segmentos que compõem o indicador, o…

PNADC: Taxa de desemprego atinge 11,6% em fevereiro

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE, a taxa de desemprego avançou para 11,6% no trimestre móvel encerrado em fevereiro. Estando 0,4 p.p. acima do registrado no mês anterior e 0,8 p.p. menor com relação ao mesmo período do ano passado (12,4%). Em termos absolutos, a população desocupada…