Estatísticas monetárias e de crédito: Aumento da inadimplência e da taxa de juros média em janeiro

Segundo dados divulgados pelo Banco Central do Brasil, o estoque total de empréstimos e financiamentos do país caiu 0,9% em janeiro na comparação com dezembro de 2018, para R$ 3.232,3 bilhões. Na comparação com o mesmo período ano passado, porém, o saldo apresentou crescimento de 5%.

Considerando a origem dos recursos, o saldo total de crédito livre caiu 1% na comparação mensal, atingindo R$ 1.743,6 bilhões, enquanto em relação a janeiro do ano passado houve avanço de 10,8%, com desempenho positivo, de dois dígitos, tanto na pessoa física (11,4%) como na jurídica (10,1%).

Com relação às concessões, houve alta de 0,5% em relação a dezembro (de acordo com dados dessazonalizados pelo próprio Banco Central), enquanto em 12 meses foi registrado crescimento de 11,4%. Considerando o tipo de recurso utilizado pelas instituições para dar o crédito, a concessão com recursos livres avançou 0,4% no mês de janeiro e 12,4% em 12 meses.  Com recursos direcionados, o indicador subiu 2,5% em 12 meses, mas caiu 6,3% na comparação mensal.

A taxa de inadimplência (atrasos superiores a noventa dias) subiu para 2,95% em janeiro, ficando 0,11 p.p. acima da registrada em dezembro. Considerando os recursos livres, a inadimplência teve leve alta para pessoa jurídica e ficou praticamente estável para pessoa física.

A taxa média de juros total das operações de crédito do sistema subiu 1,49 p.p. em relação a dezembro, ficando em 24,65%.

Com relação aos spreads, considerando a totalidade de recursos, foi registrado um total de 18,54 p.p., sendo 30,14 p.p. nas operações livres e 4,3 p.p. nas operações com recursos direcionados.

 

Posts relacionados

Grandes empresas devem investir mais em 2019

São as grandes empresas (51%) as que devem investir mais em seus próprios negócios em 2019, na comparação com 2018. A constatação é da Pesquisa Perspectiva Empresarial realizada pela Boa Vista, ao longo do 4º trimestre do ano passado, com mais de mil empresários, de todo o país. Porém é entre os microempresários que se…

Movimento do Comércio cai 0,5% em fevereiro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, caiu 0,5% em fevereiro na comparação mensal dessazonalizada, de acordo com dados apurados pela Boa Vista. Na avaliação acumulada em 12 meses, o indicador subiu 1,3%. Já na variação contra fevereiro do ano anterior o varejo cresceu 3,8%….

O que levar em conta ao realizar uma compra à vista ou a prazo?

A maioria dos educadores financeiros afirma que pagar à vista uma compra é a melhor prática para quem deseja manter o controle de suas finanças, porque assim evita dívidas futuras. No entanto, essa decisão depende da análise de inúmeros fatores, por isso, para contribuir com a análise do consumidor no momento da sua tomada de…





Indicadores

Indicadores

Estudos Econômicos

Estudos Economicos

Blog do Economista

Blog do Economista Boa Vista Serviços