IBC-BR: atividade econômica encolhe no 2T de 2015

Segundo o Banco Central, o principal indicador antecedente da atividade econômica, o IBC-BR, apresentou queda de 1,89% em junho na comparação contra o trimestre encerrado em março, na análise dos dados com ajuste sazonal. No acumulado do 1º semestre houve queda de 2,49% na comparação contra o mesmo período de 2014, na avaliação dos dados sem ajuste.

Também houve recuo, de 1,61%, no acumulado em 12 meses (julho de 2014 até junho deste ano) frente aos 12 meses antecedentes. Na análise mensal dos dados com ajuste sazonal, o indicador apontou queda de 0,58% frente a maio, refletindo os dados consolidados da Pesquisa Mensal do Comércio e da Pesquisa Industrial Mensal (que em junho apontaram retrações de 0,4% e 0,3%, respectivamente).

Os dados do indicador antecedem uma recessão técnica da atividade econômica, que deverá se consolidar na divulgação das Contas Nacionais referentes ao segundo trimestre do ano.

Levando em consideração as expectativas de mercado, o boletim Focus do BC desta segunda-feira (17/08) já contempla uma retração de 2,0% da atividade econômica para 2015, enquanto que para o próximo ano, o valor esperado economia também sofreu revisão para baixo, -0,5%, atingindo patamar negativo pela primeira vez no ano.

ibcbr

Posts relacionados

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…

Vendas no varejo crescem 0,5% em setembro e caem 0,6% no acumulado 12 meses

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, o volume de vendas no Varejo restrito subiu 0,5% em setembro na comparação mensal (com ajuste sazonal), enquanto na variação acumulada em 12 meses, a trajetória do indicador apresentou melhora de 1 p.p. em relação ao mês anterior, apresentando retração de apenas 0,6%….