Nota de Crédito do BC: saldo de crédito desacelera e atinge 6,2% em janeiro

Segundo o Banco Central, o estoque total de empréstimos e financiamentos atingiu R$3.199 bilhões em janeiro, o que corresponde a um aumento de 6,2% em doze meses, desacelerando 0,4p.p. em relação a dezembro. É o menor valor de crescimento registrado pela série histórica do BC, iniciada em março de 2007.

Com a relevante desaceleração do crescimento do crédito com recursos livres nos últimos meses, o crédito total foi mais uma vez sustentado pelos empréstimos e financiamentos referentes aos recursos direcionados. Apesar de manter ritmo de desaceleração, os recursos direcionados ainda crescem 9,3%, enquanto os recursos livres registram alta de 3,3%, ambos no acumulado em 12 meses.

Os índices de inadimplência do sistema financeiro apresentaram elevação frente aos resultados de dezembro: a inadimplência total passou para 3,5%, o segmento livre obteve 5,4% e no segmento direcionado a inadimplência atingiu 1,4%. Em relação ao crédito livre às famílias, a inadimplência atingiu 6,2% enquanto nas operações com empresas registrou 4,7%.

A taxa média de juros total atingiu 31,4% a.a. em dezembro. Os juros de recursos livres ao consumidor subiram 2,4 p.p. no mês, atingindo os atuais 66,1% a.a.

Os spreads aumentaram 1,6 p.p. ante o resultado registrado no mês anterior, atingindo 20,1%.

notacredito jan16

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,4% em outubro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,4% em outubro quando comparado a setembro na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (novembro de 2016…

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…