Para BC, atividade econômica avançou 0,89% em 2019

De acordo com o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR) recuou 0,27% em dezembro na comparação mensal, de acordo com dados dessazonalizados. Ao longo do ano o indicador acumulou crescimento de 0,89% ante o mesmo período de 2018.

Com esse resultado, o indicador cresce pelo terceiro ano consecutivo, mas com o menor crescimento destes últimos anos e abaixo do esperado das expectativas de mercado, divulgadas no começo do ano, para a atividade econômica. Seguindo a tendência apontada pelas demais pesquisas dos setores de atividade econômica divulgados pelo IBGE: Pesquisa Mensal do Comércio aumentou 1,8% e a Pesquisa Mensal de Serviços avançou 1%, enquanto a Pesquisa Industrial Mensal recuou em 1,1% em 2019.

Os dados do IBC-BR reforçam o cenário de tímida recuperação da atividade econômica no país, que deverá também ser confirmada na próxima divulgação do PIB. Dado que o setor industrial se apresenta fragilizado, o comércio e serviços atuaram como principais setores impulsionadores de crescimento da atividade econômica deste ano.

 

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

SMS e e-mail ganham força como instrumentos para recuperar crédito

Mais intensamente desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19, em 11 de março, a vida de pessoas e empresas mudou drasticamente. Como o isolamento social é uma das principais armas para abaixar a curva de transmissão, os meios digitais se tornaram ainda mais importantes para conectar pessoas e para manter…

Produção Industrial cresce 0,5% em fevereiro

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avançou 0,5% em fevereiro, na comparação mensal ajustada sazonalmente. Já referente ao acumulado dos últimos doze meses, a atividade industrial recuou 1,2%. No acumulado de 2020, o setor também registrou queda de 0,6% em relação ao mesmo período do ano…

pagamento de dívidas

Demanda por Crédito do Consumidor avança 0,6% em fevereiro

A Demanda por Crédito do Consumidor avançou 0,6% em fevereiro na comparação com janeiro, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na comparação com fevereiro de 2019, o indicador cresceu 1,8%. Já no acumulado em 12 meses, houve avanço de 2,7%. Considerando os segmentos que compõem o indicador, o…