Produção Industrial fica estável no mês maio

Dados divulgados hoje pelo IBGE mostram que a Produção Industrial Mensal (PIM) de maio se manteve estável (variação de 0,0%), descontados os efeitos sazonais.

O resultado ocorre após a PIM registrar dois meses consecutivos de crescimento – março e abril. Contudo, na comparação com maio de 2015 houve queda de 7,8%, enquanto no acumulado em 2016 a retração foi de 9,8%, e em 12 meses de 9,5%.

Sem título

Na avaliação acumulada em 12 meses, considerando a análise por “Categorias de Uso”, as perdas permaneceram bastante acentuadas: -26,9% para Bens de Capital, -7,6% para Bens Intermediários e -8,7% para Bens de Consumo.

Sem título

Na variação mensal dessazonalizada, o setor de Bens Intermediários também apresentou queda, o recuou foi de 0,7%, a categoria Bens de Capital, teve elevação de 1,5%. Já o setor de Bens de Consumo variou +0,1%.

Adicionalmente, dos 24 ramos de indústria pesquisados, 12 apresentaram variação positiva. Por fim, o saldo da indústria continua negativo e o valor ainda não aponta para uma retomada sustentável do crescimento da produção. O desemprego industrial permanece elevado e a queda do consumo das famílias tem reduzido consideravelmente a demanda das empresas ligadas ao setor do varejo e de serviços, prejudicando o desempenho dos fornecedores industriais.

Apesar disso, vemos que a confiança da indústria está melhorando e, na comparação com o resultado dos últimos meses, fato que sugere que a queda mais intensa ficou para trás.

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 1,5% em 2017

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em 2017, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na comparação mensal com ajuste sazonal, foi observado crescimento de 1,1% em dezembro frente a novembro. Já na avaliação contra dezembro do ano anterior,…

Recuperação de crédito cai 0,4% em 2017

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 0,4% em 2017. Já na análise mensal, houve avanço de 7,1% na variação contra novembro, considerando os dados dessazonalizados. Na comparação com o mesmo mês de 2016…

Inadimplência do consumidor cai 3,5% em 2017

A inadimplência do consumidor caiu 3,5% em 2017, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já na avaliação mensal com ajuste sazonal, dezembro apresentou retração 4,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016, o indicador caiu 6,0%. Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, ocorreu queda nas regiões Nordeste (-5,4%),…