Produção Industrial mostra ligeiro avanço de 0,1% em abril

Dados divulgados hoje pelo IBGE mostram que a Produção Industrial Mensal (PIM) de abril aumentou apenas 0,1%, descontados os efeitos sazonais. O valor é menor que a variação de 1,4% registrada em março, porém, vale a pena mencionar que dois avanços consecutivos da indústria não ocorriam desde 2014.

Apesar dos avanços, o resultado acumulado em 2016 aponta queda de 10,5%, enquanto em 12 meses a retração é de 9,6%. Na comparação de abril contra o mesmo mês de 2015, também houve queda, de 7,2%.

Sem título

Na avaliação acumulada em 12 meses, considerando a análise por “Categorias de Uso”, as perdas permaneceram bastante acentuadas: -27,9% para Bens de Capital, -7,3% para Bens Intermediários e -9,3% para Bens de Consumo.

Na variação mensal dessazonalizada, o setor de Bens de Consumo também apresentou queda, o recuou foi de 0,9%, a categoria Bens de Capital, teve elevação de 1,2%. Já o setor de Bens Intermediários variou +0,5%.

Apesar das pequenas elevações nos dois últimos meses, o saldo da indústria continua negativo e o valor ainda não aponta necessariamente para um  início de retomada sustentável do crescimento da produção.  Dos 24 ramos de indústria pesquisados, 13 apresentaram variação negativa, ou seja, ainda há predomínio das atividades em queda. O desemprego permanece elevado e a queda do consumo das famílias tem reduzido consideravelmente a demanda das empresas ligadas ao setor do varejo e de serviços, prejudicando o desempenho dos fornecedores industriais.

 

Posts relacionados

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…

Vendas no varejo crescem 0,5% em setembro e caem 0,6% no acumulado 12 meses

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, o volume de vendas no Varejo restrito subiu 0,5% em setembro na comparação mensal (com ajuste sazonal), enquanto na variação acumulada em 12 meses, a trajetória do indicador apresentou melhora de 1 p.p. em relação ao mês anterior, apresentando retração de apenas 0,6%….