Produção industrial recua 0,9% em fevereiro

Segundo o IBGE, a produção industrial recuou 0,9% em fevereiro, na comparação contra o mês anterior dos dados dessazonalizados. Quanto à variação contra o mesmo mês do ano passado também houve recuo, de 9,1%, considerando dados sem ajuste sazonal.

A configuração pela análise das grandes categorias econômicas, as Indústrias de Transformação e os Insumos da Construção Civil caíram praticamente na mesma magnitude, -11,5% e -11,4%, respectivamente. Amenizando a queda entre estes setores, as Indústrias Extrativas foram as únicas a obterem resultado positivo (com alta de 12% no período). Mantida a base de comparação, as categorias de uso tiveram queda generalizada, sendo as mais acentuadas no setor de Bens de Consumo Duráveis, que retraiu 25,8%, seguida de Bens de Capital, que variou -25,7%.

Em linhas gerais, o resultado na margem começa a mostrar os efeitos da retração da indústria, que vem sentindo o aperto fiscal e monetário, fatores desestimulantes dos investimentos e que acabam por dificultar maiores empreitadas na indústria. Para o resto do ano o cenário macroeconômico dificilmente colaborará para uma retomada vigorosa do setor. O efeito da valorização cambial, que favorece grande parte da indústria, em especial bens de capital, não deverá ser sentido ainda neste ano, mas mesmo assim deve amenizar o fluxo de importações destes bens no curto e médio prazo, servido portanto como estímulo à produção neste ínterim. Assim, esperamos resultado ainda negativo para indústria neste ano, porém em menor intensidade do que a observada em 2014.

pim

Posts relacionados

Pagamento de contas diversas é o que mais pesa no bolso do consumidor

São as contas diversas que estão impossibilitando de o consumidor manter o seu fluxo de caixa organizado e o “nome limpo”, segundo pesquisa online semestral realizada pela Boa Vista SCPC para identificar o Perfil do Consumidor Inadimplente. Dos quase 4 mil respondentes, de todo o Brasil, 23% afirmaram que manter em dia o pagamento de…

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…