Vendas no varejo apresentam estabilidade em maio

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE hoje, o volume de vendas no Varejo restrito ficou praticamente estável (-0,1%) na comparação mensal com ajuste sazonal. No acumulado em 12 meses o indicador cresceu 1,3%. Na comparação interanual a variação foi de 1,0% e no acumulado do ano houve crescimento de 0,7%.

Avaliando as séries na variação mensal (com ajuste sazonal), seis das oito atividades pesquisadas registraram alta em maio. Entre os setores que avançaram, os destaques foram para Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,4%), Tecidos, vestuário e calçados (1,7%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,9%) e Móveis e eletrodomésticos (0,6%). No sentido contrário, os resultados negativos vieram de Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-1,4%) e Combustíveis e lubrificantes (-0,8%).

O Comércio Varejista Ampliado passou de 3,5% em abril para 3,8% em maio na variação em 12 meses. Na comparação mensal (dados dessazonalizados) o indicador apontou crescimento de 0,2% contra o mês anterior.

O desempenho de maio indica que o comércio segue com dificuldades em retomar as vendas nesse primeiro semestre, contribuindo para manter o indicador praticamente estável na análise em 12 meses pelo segundo mês consecutivo. Este cenário, no entanto, sinaliza que o setor ainda segue bastante fragilizado e sem uma tendência clara de recuperação robusta para os próximos meses. Sendo assim, com a alta taxa de desemprego e baixo desempenho dos outros setores econômicos, espera-se que o varejo siga em um padrão de crescimento gradual ao longo do ano.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Para BC, atividade econômica continua a apresentar queda na análise 12 meses, apesar do avanço mensal de 1,1%

Comentários:                                                                                                             …

Volume de Serviços avança 2,9% em agosto, mas acentua queda na análise em 12 meses

  Comentários:                                                                                                           …

IPCA avança 0,64% em setembro, sendo o maior resultado para um mês de setembro desde 2003

Comentários: De acordo com o IBGE, o IPCA registrou alta de 0,64% no mês de setembro. No 3° trimestre houve elevação em 1,24% e no ano o índice aponta alta de 1,34%. O resultado acumulado em 12 meses é de alta em 3,14% e o boletim Focus da última segunda-feira (05/10) mostra que a mediana…