Barreira de R$ 2,20 por dólar rompida

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O dólar comercial abriu o mercado hoje cotado a R$ 2,196, mantendo a cotação de encerramento de ontem a R$ 2,194, depreciando 0,5%, menor patamar desde o fim de outubro de 2013. O Real também se valorizou em relação ao euro, cotado a R$ 2,99. A perspectiva de fluxo positivo, em meio a recentes captações externas, contribuiu para manter o dólar em patamar mais baixo.

A barreira do dólar a R$ 2,20 foi rompida no final do pregão de ontem, ajudada pelos investidores que estavam comprados (apostando na alta do dólar), dando ordens de stop loss nos mercados futuros, reduzindo posições.O Real já vinha se fortalecendo desde terça-feira quando o Banco Central informou que estendia o programa de intervenção diária no câmbio até o final deste ano, mantendo as mesmas condições vigentes atualmente. No curto prazo, o Real valorizado ajuda as autoridades monetárias diante do quadro de pressão inflacionária e da interrupção do ciclo de aperto monetário. No entanto, a forte deterioração das contas externas exerce uma pressão adicional que deve impactar o processo de determinação do câmbio a médio prazo, com uma desvalorização do Real.

Comentários

comentários

Posts relacionados

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…

Vendas no varejo crescem 0,5% em setembro e caem 0,6% no acumulado 12 meses

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, o volume de vendas no Varejo restrito subiu 0,5% em setembro na comparação mensal (com ajuste sazonal), enquanto na variação acumulada em 12 meses, a trajetória do indicador apresentou melhora de 1 p.p. em relação ao mês anterior, apresentando retração de apenas 0,6%….