Brasil perde competitividade no mercado de tecnologia

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores 

Termina neste final de semana, em São Paulo, a sexta edição da Campus Party Brasil, uma das maiores feiras de inovação, tecnologia e cultura digital do mundo. Estimam-se em oito mil os participantes deste evento, sobretudo jovens, que debaterão a questão da inovação tecnológica, aproveitando o ambiente para desenvolver e viabilizar projetos.

No entanto, o Brasil fica devendo nesta área. Dados divulgados pela ONU mostram que a exportação brasileira no mercado de tecnologia desabou nos últimos dez anos e o país foi ultrapassado por outros emergentes. Hoje a Ásia responde por 64% de toda a exportação mundial de tecnologia. China, Coreia e Taiwan estão entre os maiores exportadores. O déficit na balança comercial do setor de eletroeletrônicos no Brasil quase dobrou em 3 anos,  saltando de US$ 17,4 bilhões em 2009 para US$33,4 bilhões em 2012. A tributação excessiva na mão de obra, nos bens de capital e nos insumos tem feito o Brasil perder competitividade. Esses jovens participantes do evento desejam um Brasil mais competitivo, para transformar suas ideias em empreendimentos.

Ed.117

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…