Novo ICMS deve ficar apenas para 2014

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A reforma do ICMS e do PIS/Cofins, se for aprovada, só entrará em vigor em 2014, anunciou ontem o governo. Segundo o Ministério da Fazenda, a política de desonerações e redução dos impostos na conta de luz torna inviável a minirreforma tributária em 2013.

Estudo elaborado pela Latin Business Chronicles aponta que o Brasil ocupa a última posição no sistema tributário mais atraente para empresas da América Latina. No ranking, o Chile aparece em primeiro lugar. O estudo leva em conta quatro fatores para elaborar o ranking: carga tributária, impostos como porcentagem dos lucros, número de formulários e o tempo gasto para preenchê-los. A carga tributária no Brasil, de 34%, é significativamente maior que a do Chile com 18,5%.  No quesito tempo, na Argentina são necessárias 415 horas por ano para preencher formulários, no Brasil são necessárias 2.600 horas.
O Brasil pode estar perdendo um tempo precioso. Somente uma ação mais profunda na política fiscal, com uma reforma tributária que contemple redução e simplificação dos impostos, pode, de fato, promover a competitividade de que o Brasil tanto precisa, evitando a desindustrialização do país.

Ed.47

Comentários

comentários

Posts relacionados

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…

Vendas no varejo crescem 0,5% em setembro e caem 0,6% no acumulado 12 meses

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, o volume de vendas no Varejo restrito subiu 0,5% em setembro na comparação mensal (com ajuste sazonal), enquanto na variação acumulada em 12 meses, a trajetória do indicador apresentou melhora de 1 p.p. em relação ao mês anterior, apresentando retração de apenas 0,6%….