PIB do sul da zona do euro tem forte queda

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O PIB de Portugal, Espanha, Itália e Grécia tiveram forte queda em 2012. A economia da Itália contraiu 2,8% na comparação anual. Em Portugal, o PIB recuou 3,2% em 2012. O pior resultado desde 1975. A economia grega encolheu 6,4% no ano passado. É o quinto ano consecutivo que a Grécia apresenta contração do PIB, que já soma uma queda de 20% em termos reais desde 2008. Na Espanha o PIB caiu, em 2012, 1,4%.

A demanda doméstica fraca e a queda das exportações foram as responsáveis pela contração do PIB nessas economias.  Está prevista para a próxima quinta e sexta-feira a cúpula de chefes de Estado e de Governo da União Europeia sobre o crescimento e a competitividade. Terão muito o que discutir. Não há nenhum sinal de que esse quadro de recessão na zona do euro se modifique sensivelmente neste ano.

Ed.141

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…