Ritmo de elevação de preços dos imóveis perde força

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O índice FipeZap Composto, que mede o comportamento do preço médio do metro quadrado dos imóveis anunciados no portal Zap em sete cidades brasileiras, subiu 1% em agosto. No ano, a alta foi de 7,8%. Em São Paulo, no mesmo mês os preços subiram acima da média, com alta de 1,2%. Já em Belo Horizonte, em agosto, os preços regrediram 0,3%.

O ritmo de elevação dos preços anunciados vem perdendo força, não só em Belo Horizonte que teve uma variação negativa, mas também em Brasília e São Paulo. De janeiro de 2008 a agosto deste ano os preços dos imóveis na cidade de São Paulo subiram 181% e no Rio de Janeiro 225%. Bem mais que o IGPM que, no mesmo período, teve alta de 37,8%. Se comparado com o CDI, que acumulou uma alta de 72% no período, o ganho real em SP foi de quase 64% e no Rio de mais de 88%. A pergunta que não quer calar é se isso seria uma bolha ou é uma correção de preços que por muitos anos ficaram deprimidos. A diferença entre a alta geral dos preços e dos imóveis está se reduzindo, mas, por enquanto, as quedas nos preços nominais dos imóveis são exceções como em Belo Horizonte e Brasília. Se há uma bolha, ela começará a ser esvaziada pelas pequenas salas comerciais onde pode haver sobrepreço e elevados estoques. Tudo vai depender do comportamento da economia nos próximos anos. Se na hipótese do PIB não crescer como se espera e os investidores não conseguirem bancar os custos de manter imóveis fechados ou achar que os preços não voltam, a bolha pode começar a se esvaziar.

Ed.270

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…