Boa Vista dá dicas para consumidor usar bem o 13º salário

Com a proximidade da data final de pagamento da primeira parcela do 13º salário (30 de novembro), a Boa Vista oferece dicas e possibilidades ao consumidor que tem direito ao pagamento de como utilizar esse dinheiro extra para colocar as finanças em dia ou até fazer uma poupança de emergência.

Pagar dívidas

Caso o consumidor tenha dívidas em atraso, é válido fazer um levantamento dos valores dessas dívidas e quem são os credores, por meio de uma consulta gratuita do seu CPF no site consumidorpositivo.com.br.

Se houver dívidas de cartão de crédito ou cheque especial, uma dica é priorizar o pagamento destas, uma vez que têm os juros mais altos do mercado.

Se está em dia com os pagamentos, o consumidor pode antecipar a quitação de parcelas das dívidas que possui. Isso pode lhe trazer vantagens financeiras como a redução dos juros.

Pagar despesas extras à vista

No final de ano é comum o consumidor gastar com presentes de Natal, festas, roupas e viagens. O 13º salário pode ser reservado para pagar estas despesas à vista, evitando criar novas prestações, e assim começar o próximo ano endividado.

Fazer uma poupança

O dinheiro do 13º salário pode ser o pontapé inicial para iniciar uma reserva financeira ou até mesmo ser um reforço dos investimentos que o consumidor já possui. Posteriormente, é preciso se planejar financeiramente e estipular um valor para guardar todos os meses. A reserva financeira pode ser útil em imprevistos, como perda de emprego, problemas de saúde, etc.

Ajudar nos pagamentos do próximo ano

Se o orçamento do consumidor está muito apertado, uma dica é cogitar a possibilidade de deixar este dinheiro como reserva para fechar as primeiras contas de 2020, como o material escolar dos filhos, o IPTU e o IPVA. Com o dinheiro guardado, a chance de conseguir negociar descontos é maior.

Para começar um negócio

Se o consumidor pensa em empreender e até já sabe no que gostaria de investir para ter seu próprio negócio, o 13º salário pode ser usado como o investimento inicial para começar o empreendimento. Se o valor for insuficiente, pode ser guardado para acumular o montante necessário durante 2020.

Para se presentear

Se o consumidor está com o orçamento equilibrado e já possui o hábito de poupar todos os meses, também pode se dar o direito de comprar um presente. Inclusive, este pode ser o momento ideal de realizar o sonho de consumo, mas é importante que haja planejamento.

Para mais informações e dicas de Educação Financeira e Orçamento Doméstico acesse: www.consumidorpositivo.com.br.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Reabertura com crédito

A flexibilização do comércio em diferentes regiões do Brasil traz incertezas na decisão de concessão de crédito. Diante deste cenário, a Boa Vista identificou um movimento de aceleração da adoção ao Cadastro Positivo pelas pequenas, médias e grandes empresas. Desde o início da pandemia, já somam mais de um milhão de consultas às soluções da…

IPCA avança 0,36% em julho, sendo o maior resultado para um mês de julho desde 2016

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) avançou 0,36% no mês de julho. No acumulado em 12 meses houve evolução para 2,31%, 0,18 p.p. acima da variação observada em junho.  Com esse resultado, o indicador acumulou alta de 0,46% no ano. O grupo Transportes (0,78%) foi o que registrou maior impacto positivo sobre o…

Pedidos de falência recuam 12,6% em julho

Os pedidos de falência caíram 12,6% em julho, na comparação com junho, segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista. Mantida a base de comparação, os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas diminuíram 37,6% e 37,9%, respectivamente. Por outro lado, as falências decretadas registraram alta de 16,8% na variação mensal. Na análise…