Boa Vista faz parceria com Mercado Livre e contribui para que empresas mantenham as vendas em canal digital

A Boa Vista está empenhada em encontrar alternativas para combater os efeitos da pandemia do coronavírus na economia brasileira, com ações que ajudem pequenos, médios e grandes empresários a continuar vendendo, mesmo com as portas fechadas. Com esse objetivo, a empresa fechou uma importante parceria com o Mercado Livre, maior marketplace do Brasil e da América Latina, para disponibilizar aos seus clientes um canal de venda digital.

Segundo Lola de Oliveira, diretora de Produtos 2.0 e Relacionamento da Boa Vista, desde que o fechamento das lojas foi imposto como uma das principais medidas restritivas, muitos clientes demonstraram preocupação em como manter as vendas e a saúde dos seus negócios. Foi para ajudar estes empresários e sem qualquer tipo de contrapartida financeira, que a Boa Vista procurou o Mercado Livre, para colocar à disposição dos mesmos um canal de vendas e de pagamento viável.

“A nossa primeira parceria neste sentido é com o Mercado Livre, mas estamos trabalhando para que novas parcerias aconteçam em breve com outros importantes marketplaces”, revela Lola. O mercadolivre.com conta com mais de 300 milhões de usuários e 11 milhões de vendedores, incluindo grandes marcas. A cada segundo, 12 vendas são realizadas na plataforma.

“Anunciar no Mercado Livre – marketplace – e montar uma loja com Mercado Shops – plataforma de lojas virtuais – é muito fácil e, neste mês, há desconto para incentivar a entrada de novos vendedores. Além disso, o consumidor está cada vez mais familiarizado com a dinâmica das compras online, especialmente via smartphone, tornando o e-commerce uma alternativa ainda mais viável e eficaz”, destaca Bruno Guarnieri, diretor de Marketplace do Mercado Livre no Brasil.

Amanhã, 16 de abril, André Santos, Supervisor Comercial do Mercado Livre no Brasil, com 13 anos de experiência no e-commerce e autor do livro “Supervendedores do Mercado Livre e outros Marketplaces” realizará um webinar – apresentação online – trazendo informações, dicas e mostrando os benefícios de se ter uma loja virtual. Para mais informações acesse: https://www.eventials.com/mercadolivre/como-comecar-a-vender-no-mercado-livre-9

Sobre o Mercado Livre

Fundado em 1999, o Mercado Livre é a companhia líder em tecnologia para e-commerce e serviços financeiros na América Latina e oferece soluções para que pessoas e empresas possam comprar, vender, pagar, anunciar e enviar produtos e serviços por meio da internet. Para oferecer a melhor experiência a compradores e vendedores, a empresa conta com as seguintes áreas de negócios: o Marketplace mercadolivre.com, a fintech Mercado Pago, Mercado Envios, Mercado Livre Classificados, Mercado Livre Publicidade e Mercado Shops.  O mercadolivre.com é o maior e mais completo marketplace da América Latina, com 320 milhões de usuários e mais de 11 milhões de vendedores, incluindo grandes marcas. A cada segundo, 12 vendas são realizadas na plataforma. Ao todo, são mais de 274 milhões de ofertas em tempo real, distribuídas em 1.460 categorias e subcategorias de produtos. Vencedor em 2019, pelo terceiro ano consecutivo, do “Prêmio Top of Mind DataFolha”, categoria Site de Compras, o Mercado Livre no Brasil é líder em tráfego entre os sites de varejo com 54 milhões de visitantes únicos/mês, segundo a Similar Web (dados jan/20), ferramenta referência para o mercado de tecnologia e inovação.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Resultado do PIB revela queda de 1,5% no primeiro trimestre

Os dados do PIB do 1º trimestre, divulgados hoje pelo IBGE, reforçaram o cenário de fragilização da atividade econômica. No primeiro trimestre de 2020, o produto recuou 1,5% na comparação com os três últimos meses do ano passado, de acordo com dados dessazonalizados, interrompendo uma sequência de quatro trimestres de crescimentos consecutivos. Na comparação com…

Consumidores com aumentos frequentes em operações de crédito são mais propensos à inadimplência

Demanda por Crédito do Consumidor cai 24,4% em abril

A Demanda por Crédito do Consumidor recuou 24,4% em abril na comparação com março, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. No acumulado do ano o indicador caiu 11,7% contra o mesmo período do ano passado. Já no acumulado em 12 meses, o indicador passou para o campo negativo…

PNADC: Taxa de desemprego atinge 12,6% em abril

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE, a taxa de desemprego avançou para 12,6% no trimestre móvel encerrado em abril. Estando 0,4 p.p. acima do registrado no mês anterior e 0,1 p.p. maior em relação ao mesmo período do ano passado (12,5%). Em termos absolutos, a população desocupada…