Custo de vida em SP sobe 0,26% em setembro

SÃO PAULO – O custo de morar na capital paulista avançou 0,26% em setembro em relação ao mês anterior, segundo cálculo realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) e pela e Ordem dos Economistas do Brasil (OEB). Os gastos que mais impactaram foram aqueles ligados a habitação e alimentação, com altas de 0,29% e 0,20%, respectivamente. Foram verificados, por exemplo, aumentos no aluguel e nos produtos utilizados na feijoada.

Segundo o levantamento, o Índice de Custo de Vida da Classe Média (ICVM) já acumula alta de 4,3% no ano. Gastos com aluguel subiram 0,52% em setembro, produtos de limpeza tiveram alta de 0,77% e conta de celular apresentou reajuste de 1,75%. Também apresentaram inflação os segmentos de transportes (0,08%), despesas pessoais (0,13%), vestuário (0,78%), saúde (0,66%) e educação (0,04%).

Entre os alimentos, os preços do filé mignon, da picanha e de carnes de aves apresentaram aumentos de 5,85%, 3,67% e 3,98%, respectivamente. Em setembro, quase todos os itens da feijoada ficaram mais caros – arroz subiu 2,87%; feijão, 3,73%; toucinho defumado apresentou elevação de 0,44%; a carne seca de 2,47% e a laranja ficou 0,76% mais cara. Apenas couve (-2,81%) e farofa (0,85%) apresentaram redução de preços. Na caipirinha, o preço da cachaça subiu 1,52%, o do açúcar, 2,37%, e o do limão, 20,98%.

Fonte: Estado

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…