Inadimplência das empresas sobe 7,3% no 3º trimestre de 2015, diz Boa Vista SCPC

A inadimplência das empresas em todo o país aumentou 7,3% no terceiro trimestre de 2015, na comparação com o mesmo período de 2014, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O indicador é um somatório dos principais mecanismos de apontamento de inadimplência empresarial, isto é, cheques devolvidos, títulos protestados e registros realizados na base da Boa Vista SCPC.

Avaliando a tendência de longo prazo, os valores acumulados nos últimos 4 trimestres (4º trimestre de 2014 até o 3º trimestre de 2015) contra os 4 trimestres antecedentes, a inadimplência desacelerou 0,2 p.p., subindo 8,1%. Já na comparação do 3º trimestre de 2015, contra o trimestre anterior, o aumento foi de 2,5%, expurgados efeitos sazonais.

Apesar da desaceleração na análise de longo prazo, a inadimplência das empresas permanece em patamar elevado (8,1%). A piora do indicador é ocasionada em essência por um cenário de forte incerteza econômica, com retração da atividade econômica, do crédito para as empresas, de aumento dos níveis de inflação e juros, entre outros fatores. Dada a atual conjuntura macroeconômica, espera-se que em 2015 o fluxo de empresas inadimplentes mantenha esta tendência de alta e encerre o ano próximo ao presente nível, em 8%.

Metodologia

O indicador de inadimplência das empresas é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas, títulos protestados e cheques devolvidos informados à Boa Vista SCPC. As séries têm como ano base a média de 2010 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação trimestral. O cálculo das séries dessazonalizadas utiliza o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,4% em outubro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,4% em outubro quando comparado a setembro na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (novembro de 2016…

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…