Boa Vista SCPC: cresce a fatia de brasileiros que não recebe 13º salário

Pesquisa nacional realizada pela Boa Vista SCPC revela que 23% dos consumidores não receberão 13º salário neste ano. A elevação, consequência do aumento do desemprego, é significativa: em 2013, 11% disseram que não receberiam o salário adicional e no ano passado a porcentagem foi de 16%.

Além disso, disparou a fatia dos brasileiros que vai usar o 13º para pagar dívidas. O levantamento da Boa Vista SCPC mostrou que 59% dos consumidores vão usar esses recursos para saldar débitos, um salto de 14 pontos percentuais em relação aos 45% da pesquisa de 2014.

Os dados do levantamento mostram também que 14% dos consumidores conseguirão poupar o 13º salário, porcentagem que vem crescendo nos últimos anos, o que pode ser um sinal de maior atenção dos brasileiros com seus orçamentos domésticos.

Outro dado que mostra a maior consciência do consumidor foi a disposição revelada por 15% dos entrevistados de guardar dinheiro para quitar suas dívidas de começo de ano, como IPVA, IPTU, matrícula da escola e material escolar.

Os gráficos da pesquisa podem ser acessados aqui.

Metodologia

A Pesquisa Hábitos de Consumo e Compras – Fim de Ano e Natal 2015 – Uso do 13º Salário foi realizada, pela Boa Vista SCPC, entre os dias 20 e 30 de outubro, para mapear os hábitos de consumo e compras do brasileiro para essa época do ano, com uma amostra de 960 consumidores.  


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Pedidos de seguro-desemprego recuam 32% em junho na comparação mensal

O Ministério da Economia divulgou ontem os dados referentes ao movimento dos pedidos de seguro-desemprego. Em junho, o número de requerimentos ao seguro–desemprego foi 32% menor em relação ao mês anterior, contabilizando cerca de 653.160 pedidos na modalidade trabalhador formal. Já na comparação com junho do ano passado houve alta de 28,4%, registrando o quarto…

IPCA avança 0,26% em junho, após dois meses de deflação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)[1] avançou 0,26% no mês de junho. No acumulado em 12 meses houve evolução para 2,13%, 0,25 p.p. acima da variação observada em maio.  Com esse resultado, o indicador acumulou baixa de 0,11% no ano. O grupo Alimentação e bebidas (0,38%) foi o que registrou maior impacto…

Volume de serviços recua 0,9% em maio

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE divulgada hoje, o volume do setor de serviços recuo 0,9% na comparação com o mês anterior (dados dessazonalizados). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o indicador contraiu 19,4%. Com isto, o setor acumula baixa de 2,7% na análise em 12 meses. Nos resultados mensais…