Energia elétrica tem o maior peso no orçamento do consumidor

O gasto com energia elétrica foi o que mais pesou no orçamento do brasileiro neste ano de dificuldades econômicas, de acordo com pesquisa de alcance nacional realizada pela Boa Vista SCPC. Para 37% dos entrevistados, a conta de luz foi a que teve maior impacto no bolso, seguida pelas despesas com alimentação, apontadas por 24%.

Outros gastos que pesaram este ano, revela o levantamento da Boa Vista SCPC, foram os realizados com combustível, moradia, aluguel e condomínio, todos com fatia de 7% entre os pesquisados.

Com a crise econômica, 88% dos consumidores foram obrigados a adotar hábitos de compra diferentes para economizar. Os esforços para gastar menos foram maiores na redução do consumo de energia elétrica, apontado por 21% dos entrevistados, seguidos por despesas com lazer (16%).

Além disso, 14% dos ouvidos pela Boa Vista SCPC passaram a comprar somente o que consideram indispensável, enquanto 9% optaram por pesquisar os preços antes de fechar a compra.

A instabilidade fez com que 88% dos entrevistados avaliassem que a economia do País está pior atualmente do que no ano passado, uma queda significativa em comparação aos 64% registrados no ano passado.

A pesquisa da Boa Vista SCPC mostrou também que, considerando a renda familiar atual, 68% das famílias declaram que o poder de compra teve queda em comparação ao ano anterior. Essa percepção é sentida em todas as classes de renda: 69% nas classes A/B; 65% na classe C; e 71% nas D/E.

Metodologia

A Pesquisa Hábitos de Consumo e Compras – Fim de Ano e Natal 2015 foi realizada, pela Boa Vista SCPC, entre os dias 20 e 30 de outubro, para mapear os hábitos de consumo e compras do brasileiro para essa época do ano, com uma amostra de 960 consumidores.

Os gráficos da pesquisa podem ser acessados clicando aqui.

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,4% em outubro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,4% em outubro quando comparado a setembro na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (novembro de 2016…

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…