SCPC Comunica: ações de cobrança ganham mais eficiência com o envio de comunicados digitais

Mesmo com a inadimplência do consumidor apresentando queda de 3,0% entre os meses de janeiro a outubro de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado, o não pagamento das dívidas é uma realidade para cerca de 60 milhões de brasileiros, segundo a Boa Vista. E sendo uma empresa que fornece informações com inteligência analítica para que outras empresas façam bons negócios, a Boa Vista acaba de lançar uma solução que ajuda o empresário a tornar muito mais eficiente o processo de cobrança dos clientes inadimplentes.

A solução recém-lançada é o SCPC Comunica. O seu grande diferencial, segundo Alexandre Xavier, diretor de Produtos da Boa Vista, está na flexibilização das variáveis que compõem as informações dispostas no comunicado, e no seu envio que pode ser feito via SMS, e-mail e carta. Desta forma, o comunicado de cobrança pode ser adaptado a estratégia de cobrança de cada credor, sendo mais eficiente na comunicação da dívida antes ou depois da negativação.

Ao oferecer um modelo com variáveis automatizadas, a Boa Vista permite ao cliente personalizar o conteúdo de alguns campos importantes do comunicado, seguindo assim o que a sua política de cobrança considera mais eficiente. Algumas dessas variáveis são: o número do contrato (ou contratos se for mais de uma dívida) e a natureza da dívida (se cartão de crédito ou financiamento, por exemplo). Informar o saldo devedor e indicar propostas de valores para pagamento à vista ou a prazo, além de permitir a inclusão de boleto de cobrança para um possível pagamento imediato.

“O SCPC Comunica é um meio de cobrança com um sistema totalmente automatizado que respeita a régua de cobrança do credor. A Boa Vista, por sua vez, cuida da gestão dos disparos, e, para os meios eletrônicos (e-mail e SMS) cobra apenas quando há sucesso na entrega. No caso das cartas, a cobrança continua tal como é atualmente, por envio”, revela Xavier. Assim, além de ser um mais eficiente, o SCPC Comunica representa mais economia para o credor.

Uma forma que as empresas podem aplicar a solução, por exemplo, é usá-la em uma base de clientes que não se deseja negativar, como uma ação de pré-cobrança, sem gerar atrito na relação comercial. Já para clientes negativados, o SCPC Comunica serve como reforço para avançar nas ações de recuperação do crédito.

SMS aumenta em até 30% a média de recuperação de dívidas

Ao incluir o SMS como um dos meios de acionamento, a Boa Vista constatou um aumento na eficiência no processo de cobrança de cerca de 30% em comparação com a taxa de recuperação em comunicações via carta. Logo, com um sequenciamento de cobrança usando SMS, e-mail e carta, a chance de se recuperar o crédito tem sido muito maior.

O comunicado também possui a marca SCPC, reconhecida por ser de um dos maiores e mais completos bancos de dados do país há mais de 60 anos. Logo, conta com a força da marca para auxiliar na recuperação, antes de uma ação mais incisiva, como a de negativação.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 1% em novembro, segundo a Boa Vista

De acordo com dados nacionais da Boa Vista, a inadimplência do consumidor recuou 1% em novembro na comparação com outubro, já descontados os efeitos sazonais. Em relação a novembro do ano passado, o indicador subiu 0,6%. Com isto, ele acumula queda de 2,7% no ano e no acumulado 12 meses (dezembro de 2018 até novembro…

Pedidos de falência caem 25,7% em novembro

Os pedidos de falência caíram 25,7% em relação a outubro, segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista. Já as falências decretadas recuaram 10,9% na variação mensal, enquanto os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas diminuíram 43,9% e 34,5%, respectivamente. No acumulado em 12 meses (dezembro de 2018 até novembro de 2019…

Produção Industrial avança pelo terceiro mês consecutivo

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avançou 0,8% em outubro, na comparação mensal ajustada sazonalmente. Já referente ao acumulado dos últimos doze meses, a atividade industrial recuou 1,3%. No acumulado de 2019, o setor também registrou queda de 1,1% em relação ao mesmo período do ano…